1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Iniciação em Linux

Discussão em 'Dúvidas e Suporte Técnico - GNU/Linux & *nix' iniciada por Borgas, 9 de Agosto de 2008. (Respostas: 26; Visualizações: 1693)

Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.
  1. Borgas

    Borgas Suspenso

    Bem antes de mais boas! sou novo no fórum e estava a precisar que me iluminassem um pouco sobre Linux..

    Então é assim.. eu sou Windows user à uns bons 9 anos hehe, percebo de windows relativamente bem, conheço os cantos à casa não tenho medo de usar a consola quando preciso dela.. mas gostava de mudar para Linux uma vez que só tenho ouvido falar bem do mesmo e já andar farto do tio Bill...

    O meu pequeno dilema é as distros.. uma vez que sou novato na área,
    -qual a distro que me aconselham?(Já usei um site que anda por aqui no forum em que nos diz qual a distro mais aconselhada mas acabei por ficar na mesma...)

    Muitos com certeza irão recomendar o ubuntu, o opensuse ou o mandriva.. e depois irão falar que tudo depende dos gostos e da filosofia de cada um.. ora bem..
    O que querem dizer exactamente com filosofia? será a filosofia de cada distro? se for como/onde posso saber a de cada um?(podiam colocar as filosofias de algumas das distros aqui?)

    Não me importo de usar a consola para mexer no Linux nem me importo de ter um pouco de trabalho! Só gostava que não tivesse problemas em detectar o hardware!

    Já instalei o Fedora mas não gostei muito! a começar pelo facto de não conseguir abrir vários tipos de ficheiros(será que me podiam também iluminar sobre os tipos de ficheiros? quais os mais usados? posso usa-los todos com uma só distro? qual a diferença entre eles?) também instalei o ubuntu uma vez no PC mas desinstalei porque não encontrava uma comunidade portuguesa forte no Linux mas agora que encontrei espero instalar o Linux e nunca mais daqui o tirar!

    Desculpem se sou xato ou se tão fartos de ver as mesmas perguntas mas assim sei que me respondem directamente ao que pergunto..

    PS: já agora se me pudessem explicar a diferença entre uma versão 32bits e uma de 64 agradecia.

    Brigadão
    >cumpZ
     
    Última edição pelo moderador: 9 de Agosto de 2008
  2. Inacio77

    Inacio77 Power Member

    A minha opinião é:
    Instala Ubuntu.
    Tenta usar a partição manual do disco de forma a perceberes como funcionam as particionamento de discos em linux. A minha opinião é deixar o /home numa partição a parte para guardar os arquivos pessoais dos users.
    Assim aconselho uma partição para o / e outra para o /home. Mas muitas vezes deixo tambem o /usr numa partição a parte.

    Depois de particionar o disco em linux manualmente ou automaticamente (como preferires), o sistema é instalado em menos de nada.

    Quando o ubuntu estiver instalado começa a brincar um pouco com o gnome. Muda as themes etc... poe-no bonito e essas mariquices todas que sao sempre divertidas. Instala software usando o Snyptec Manager (ou la como se escreve... Esta na parte que diz Admnistrative Tools)
    Depois vai-te habituando a usar a consola para instalar software e actualiza-lo.
    Habitua-te cada vez mais a consola e aprende os comandos de bash (o interpretador de comandos).
    Aprende proteger o teu sistema configurando uma firewall simples em ubuntu.

    Quando estiveres farto de Ubuntu, usa o Virtualbox para criares uma maquina virtual e instalar outra distro. Depois quando achares que é altura de mudar, instalas a nova distro. E podes ate manter o Ubuntu, criando apenas mais uma partição ou partições (ou usando outro disco) para a nova distro.


    E esta foi a minha opinião...


    EDIT:
    Eu comecei por usar Ubuntu mas nem percebi como o tinha instalado. Depois mudei para OpenSuse mas não percebia nada daquilo. Depois meti Slackware e bati muitas vezes com a cabeça na parede e la fui aprendendo umas coisas.
    Mas neste tempo todo continuava a usar windows e usava linux apenas como OS secundario.
    Um dia fartei-me mesmo do windows e instalei Ubuntu (desta vez percebi como o tinha instalado :P) e passei a usar o Windows como OS secundario muito raramente (tipo de 2 em 2 meses).
    Quando precisava de alguma coisa de windows, por exemplo para ver o email pois ainda nao me consegui ver livre do Outlook 2007, usava uma maquina virtual com o Virtualbox.
    Depois voltei a Slackware porque tinha gostado muito quando o usei.
    Agora ando a brincar um pouco com Arch Linux numa maquina virtual com o Virtualbox em Slackware.
    E estou a gostar de Arch Linux.
    E é assim...

    ... penso que o segredo é mesmo deixar de usar o Windows (ou passar a ser um OS secundário).
     
    Última edição: 9 de Agosto de 2008
  3. Borgas

    Borgas Suspenso

    esta parte pra mim tá complicado perceber .. se pudesses exemplificar hehe

    já agora sabes-me dizer a diferença entre uma distro de 32bits e uma de 64?
    e já agora qual é a diferença entre os tantos tipos de ficheiros? yum?, tar.giz? já encontrei muitos e não sei qual a diferença entre eles.

    brigadão pela ajuda
    >cumpZ
     
    Última edição: 9 de Agosto de 2008
  4. Inacio77

    Inacio77 Power Member


    A primeira parte é criar as partiçoes onde vais instalar o linux. Precisas uma de swap que é basicamente memoria virtual em disco, outra para o / (/root) e depois podes meter as outras pastas de linux (\var \bin ... etc) em outras partições.
    Eu crio sempre uma partiçao para o swap, outra para o / , outra para o /home e outra para o /usr
    Se tiveres ainda dificuldades usa o modo guided para as partições e instala o ubuntu para começares a usar linux e mexer em linux.

    Distro de 32 bits sao para cpus de 32 bits que vao desde os velhos 386 aos intel pentium 3 (ou alguns 4...) os de 64 bits sao os novos AMD e os novos Intel.
    Instala uma distro de 32 bits pois o suporte de 32 bits é bem maior.

    Para saber que cada tipo de file faz atraves da sua extensão usa http://filext.com/
     
  5. Borgas

    Borgas Suspenso

    Ok, Brigadão foste muito útil!
    Acho que vou mesmo desistir do Windows tou farto do tio bill alem disso... o pinguim é tãooooo sexy :002:
    abração hehe

    >cumpZ
     
  6. John Silva

    John Silva Power Member

    Eu não te quero impor uma distro e aconselho-te a não ires pelo que a maioria diz mas vai por aquilo que tu experimentaste ! Ou seja, faz download de várias distros e experimenta os LiveCD's ! Nem sequer é necessário instalares no disco já que a maior parte das distribuições têm LiveCD's.

    Tens de ver se gostas mais do Gnome, do KDE ou outro ! Isso é importantíssimo já que há umas distros dão muito mais importância a um do que a outro e apesar de terem vários disponíveis, acabam por ser "parentes pobres" !
    Eu pessoalmente não me dou com o Gnome ! Adoro o KDE. Há quem ache precisamente o contrário. São gostos.

    Aconselho-te a experimentares as seguintes distros: Mandriva, OpenSuse, Ubuntu ou o Mint, PCLinuxOS, SimplyMepis, Sabayon, DreamLinux.... Todos eles têm liveCD's.

    Tenho a certeza que a maior parte deles irá detectar o teu hardware.

    Eu como premeio a segurança, estabilidade, fiabilidade, facilidade de utilização e boa compatibilidade com o hardware, escolhi o PCLinux OS e também tem a filosofia tipo "roll-up distro", ou seja, não necessitas de desinstalar a tua versão só porque saiu uma nova o que para mim é essencial! Ou seja, se fizeres os updates, a tua distro estará sempre actualizada, terás sempre suporte e com os repositórios sempre disponíveis.
    Instalar programas nesta distro, é muito mais fácil do que no Windows ! É só ir ao Synaptic e escolher o que quisermos, também é válido para o Ubuntu, SimplyMepis etc.... No Mandriva é um pouco diferente e é um dos motivos que eu não optei por esta distro, o "urpmi" para mim é intragável !

    Se te disserem, "Hã e tal ! Vai para a distro "X" porque tem uma comunidade maior." ! Isso é importante mas não é essencial já que para uma comunidade maior, tens a comunidade dos utilizadores da Microsoft ! Quanquer distro que mencionei tem comunidades boas embora a maior é a do Ubuntu. As comunidades Mandriva e OpenSuse são também enormes devido à sua"idade" e que criou uma legião de fãs ao longo dos anos. Há comunidades mais pequenas mas muito bem organizadas e com uma wiki muito bem documentada tal como a do Gentoo...

    Experimenta até encontrares aquela que mais gostas, quanto a isso, não há volta a dar !
    Quando decidi abandonar completamente o Windows, andei quase um anos ás voltas com as distros até que parei numa que era quase desconhecida e estou 100% satisfeito com a escolha.
    Continuo a testar outras distros no VirtualBox por curiosidade mas até agora, nada se compara à que eu escolhi.
    Relembro que é apenas uma opinião pessoal, O importante é ficares com o Linux e aprenderes o máximo que puderes. Certamente não ficarás arrependido.

    Cumps.
     
  7. rpnetwork

    rpnetwork Power Member

    escolhe uma distro baseada em debian (sem ser debian) para começar (ubuntu é o mais recomendado) porque é muito fácil instalar programas no synaptics (é um programa com uma lista imensa de programas que podes instalar), e os que não encontrares aí procuras a instalação (ficheiro .deb)
     
  8. John Silva

    John Silva Power Member

    O PCLinuxOS usa o Synaptics com pacotes rpm ( red hat package manager ) ! Não é necessário ser deb. ( debian )...
    O Sabayon é baseado em Gentoo e é fácil instalar programas...
    O OpenSuse também é também fácil e não é deb. ...
    :Winkani:
     
  9. Wookie

    Wookie Power Member

    Eu vou-te dar o meu testemunho:

    quando comecei, fui fazendo experiências na consola, e confesso que fartava-me muito fácilmente daquilo porque nem sequer mudar de directoria (comando "cd") sabia fazer... A sério. E por isso é que para mim linux nem sistema secundário era. Às vezes, nem a correr comandos copiados de tutoriais eu conseguia fazer o que queria porque faltava-me pacotes, e eu nem fazia a mínima ideia de como os instalar...

    Até que num dia, e devido à área que quero seguir na minha vida profissional, decidi-me estudar linux. Fui a bibliotecas alguar livros sobre UNIX, linha de comandos neste sistema, kernel, etc... E aprendi muito. Foi uma teoria bem estudada. Depois foi apenas passar à prática, e olha que foi muito mais fácil do que pensava. O pior foi mesmo encontrar uma distro (das muitas que experimentei) que me satisfizesse a 100%, que não tivesse problemas de Hardware, como por exemplo a minha placa wireless, que nunca era detectada.

    Ubuntu para aqui, Ubuntu para ali era sempre o que se via nos fóruns, e então dediquei-me a esta distro em específico. Foi precisa muita paciência para conseguir colocar os drivers da ATI a funcionar, os drivers da placa wireless, arranjar os codecs e um programa de media player mais ou menos equivalente ao VLC para windows (já que o VLC no linux, pelo menos na parte das legendas não é sequer parecido com o VLC para windows), etc, etc... Mas acho que consegui mais ou menos encontrar alternativas completamente viáveis, e por vezes bem melhores do que às do windows. E foi então aí que me decidi finalmente largar o bicho do windows (usava o XP) e migram-me completamente para o linux, mais própriamente para o Ubuntu.

    Sei que ainda estou numa fase de aprendizagem, mas quand me sentir mais seguro neste ambiente, provavelmente partirei para voos mais altos como por exemplo Arch Linux ou Fedora, já que não são distribuições tão básicas e simples como o Ubuntu (pelo menos é a ideia que tenho).

    Não te quero de forma nenhuma dizer que deves ir para esta ou para aquela. Apenas te quero dar a conhecer a minha história, para veres mais ou menos como as coisas se passaram comigo e quero que tenhas a liberdade de escolheres como bem te apetecer. Afinal de contas o linux não tem como filososfia o Open Source e a Liberdade?
     
  10. Borgas

    Borgas Suspenso

    bem realmente já vi que é uma questão de experimentar as várias distros e ver qual a que mais gosto!

    -Quanto ao ambiente gráfico .. a diferença entre KDE e gnome é apenas de gosto ou algo mais?

    -podiam colocar aqui o site com a lista das vários distros com live cd para que eu as possa experimentar?

    Thankz
    >cumpZ
     
  11. volcanlx

    volcanlx Power Member

    A minha experiência em linux começou na escola pois no curso que fiz aprendi shell e o linux que usávamos era o Caixa Mágica, dai nunca me ter virado muito para linux, mas ainda na escola andamos a "brincar" um pouco mais com coisas mais complexas como ubuntu server e ipcop, e fui vendo que afinal o linux até pode ser muito mais util do que no inicio aquela coisa me pareceu ( caixa magica embora sendo uma distro tuga, nunca me convenceu, se bem que com a nova versão baseada fortemente em mandriva alguma coisa deve ter mudado) bem, comecei a brincar com uns live cds.
    O meu pc é velhito já tem bastantes anos, é um P4 2.0, 512 MB ram e uma MX 440 64MB.

    Caixa mágica: sim, bonzito para instalar a internet dos isp tugas e tal, tudo em português mas não me convenceu. e também não me convenceu o ambiente KDE mas que no entanto não me fez diferença usar.
    Ubuntu/Kubuntu/Xubuntu: na escola pareceu-me bem, e aqui no pc já velhinho também, ainda melhor me pareceu, tudo detectado e tal, quando abria alguma coisa como leitor de videos, embora não traga codecs, prontamente nos aponta algum sitio para fazer o download do codec, ou no firefox para os plugins...enfim, pareceu-me bem, e obviamente que na minha maquina o Xubuntu se porta muito bem lol, embora visualmente não seja tão chamativo, basicamente o Gnome do Ubuntu convenceu-me.

    Entretanto e já seguindo este e outros foruns, fui aprofundando os conhecimentos que embora já me permitam fazer umas coisitas, não sou nem de perto nem de longe expert em linux, mas já deu para me aperceber que não é nenhum "bicho de 7 cabeças".

    Fui avançando para as distros mais comerciais como o mandriva, que me pareceu bem, se bem que a última versão trava-me o pc lol...
    Opensuse : que começou por não ter drivers de som para a minha onboard e que também não me deixou a funcionar a internet "out of the box" se bem que ainda em live cd consegui em poucos minutos deixar isto a funcionar e a distro me tenha parecido bastante bem.
    Recentemente experimentei e sempre no campo dos live cds, pclinuxos e pareceu-me também muito bom, tudo a funcionar, um aspecto gráfico bom, muito boa distro também...
    Mas a que me prendeu e a que vou instalar como OS primario no velhinho desktop quando a minha irmâ tiver o portatil dela do e-escolas (pois até hoje foi a minha irmã que me impediu de meter linux porque não gosta de ver o msn diferente, e as coisas diferentes, enfim, o medo do não microsoft)... é o linux mint, desde o inicio o Ubuntu me pareceu bastante bem mas e como todos sabem o linux mint é baseado em debian tal como o ubuntu, e é baseado no próprio ubuntu...lol mas espantou-me foi a organização, em vez da dupla barra do gnome, vem a já habutual barra em baixo tal como o windows, claro que em ubuntu também dá, mas sendo que este já vem, o primeiro impacto foi muito mais limpo, e o menu está muito bem conseguindo causando inveja ao comparavel menú do windows vista. Para além disso, a placa gráfica ficou logo configurada e com a resolução correcta (coisa que não me aconteceu no ubuntu mas também foi questão de segundos) acedi ao meu disco windows e abri um filme, e não pediu codecs, já tinha... e eu pensei para mim, isto tudo do cd out of the box? sem mexer em nada tava pronto a fazer a mais comum das tarefas, ficou logo um cd com mint aqui ao pé, se algum dia o windows der tacho, o mint serve logo para salvar o que houver a salvar...

    Depois acabei por instalar o ubuntu por wubi para experimentar como 2º SO por uns tempos, já o tinha tal como o queria e tudo, com compiz coisa que eu pensei que este pc se borrasse todo a fazer aqueles efeitos, para meu espanto não abranda nada... tinha tudo funcional e achei que era capaz de me habituar a ter só aquilo, mas mais uma vez por causa da minha irmã ser estudante e pelo facto dela não gostar e do openoffice não ser 100% compativel com os documentos do office, ainda não mudei e como com 40 GB de disco também precisava de mais espaço acabei por entrar novamente no windows para desinstalar o ubuntu, mas esta experiencia pelo wubi com o ubuntu fez-me decidir a instalar o mint quando chegar o portatil, e o mint vai dar uma nova vida ao velhinho pc, coisa que o xp vai fazendo bem, mas já e um sistema do mesmo ano que o meu pc lol por, e obviamente este chumbou os testes do pesadão do vista, mas continua a dar nas mais recentes distros de linux (excepcionando o mandriva lol mas deve ser alguma coisa que se possa configurar), que cada vez mais alternativas à altura trás para o windows.

    Enfim, para mim, o windows já não tem a importãncia que me fez pensar ter até conhecer o linux, e sinceramente, pensar que todas as distros que experimentei são (ou têm versões) gratuitas, e com tanta qualidade apostando nas respectivas comunidades que cada distribuição vai ganhando tornam o sistema operativo linux em si uma aposta cada vez maior. Uma vez vi uma frase que não tou a encontrar que basicamente em português é isto... "Em tantas distribuições de linux há sempre um "sabor" que agrade a cada um. e é verdade. Enquanto que o linux cresce vai fazendo a microsoft pensar um pouco no monopolio que tem e faz dos seus produtos, e mesmo com a microsoft a comprar a novell, o linux é e sempre será de todos e nunca de uma empresa.

    Agora que me lembro ainda experimentei mais algumas distros...
    gos : bonito e tal, util para quem usa tudo baseado na web, de resto gosto mais de outras distros.
    Knoppix : distro brasileira mas muito fixe, das poucas distros em KDE que me deu gozo usar.
    Cumpz

    Borgas: http://distrowatch.com/ aqui tens acesso a tudo o que são distros linux e se têm livecd.
    Basicamente no site de cada distro tens lá se eles têm imagens livecd ou não, mas muitas delas têm, e no caso do ubuntu podes inclusive pedir cds com o sistema operatico, que são também eles gratuitos, embora não convenha exagerar, é uma prova das apostas da canonical no ubuntu.
     
    Última edição: 10 de Agosto de 2008
  12. Borgas

    Borgas Suspenso

    Bom neste momento tou a fazer o download das seguintes distros:

    OpenSuse e PC Linux OS, ambas em live cd! vou testa-las e ver o que acho delas, espero acertar numa distro rapidamente porque tou a ficar sem CD's !:lol:
    se nao gostar de nenhum dos dois talvez venha a tentar o Mandriva



    Os vossos posts tão-me a ajudar bastante

    Agradeço a todos os que aqui postaram a falar sobre as vossas experiências e espero que mais postem não só por mim mas também para outros iniciantes que talvez venham a ter as mesmas duvidas!

    já agora agradeço tb pela paciência porque eu sei que não o primeiro newbie com estas perguntas mas pronto brigadão!

    >cumpZ:x2:
     
  13. volcanlx

    volcanlx Power Member

    Eu para experimentar os livecd / live dvd uso respectivamente um cd-rw e um dvd-rw, pode gravar com erros, mas até agora tem servido sempre, para uma distro que planeies instalar é que convem confirmares o MD5 e gravares o cd para um cd normal virgem. mas os RW servem para os testes, se gravar mal e der algum erro, apaga e volta a gravar ou então usa um cd virgem (e se precisares saca outra vez a distro pois pode ser do iso por alguma razão estar danificado).

    Ontem tive a ver o live cd gnome do caixa magica 12, e sinceramente parece muito melhor que as versões anteriores...
    Também experimentei outra distro tuga que é o alinex 2.2 e também me pareceu fixe.

    Se és novo em linux repara também nas versões que sacas pois as beta e as Unstable podem não ser boa ideia de instalar, as que se basearem num kernel unstable também podem trazer problemas pois embora o kernel tenha melhorias para melhor de versão para versão, por vezes fica a faltar afinações que são feitas nas versões finais, para saberes mais sobre os kernel tens o tópico que segue o tema aqui no forum.

    Se por acaso tiveres contagem de tráfego no teu ISP, as distros podem ser pesadas, mas investigando um pouco podes encontrar servidores de universidades portuguêsas ou mesmo oficiais dos ISP com as imagens das distribuições o que para além de tornar o tráfego nacional (eu sei, é estupido mas ainda há ISP que "vêm" fronteiras de nacionalidades na internet lol) e para além disso tornam o download muito mais rápido (não é incomum eu sacar as distros que experimento com a minha ligação de 8 megas) em 10 minutos se tanto.

    Para a distro que escolheres experimentar, enquanto estás no live cd e partindo do principio que a net fica sempre funcional "out of the box" experimenta nos links e assim dar uma espreitadela à comunidade dessa distro, e se conseguires, procurar a comunidade Portuguesa, a comunidade é a tua melhor aliada no linux, se tiveres um problema, expões na comunidade e vai haver sempre alguém que te ajuda a resolver o problema e a ultrapassar as dificuldades.

    Dependendo da distro e do teu pc, podes mesmo em live cd instalar alguns programas, que obviamente são instalados para a memória ou para uma swap (memória de armazenamento no disco) temporaria que é apagada quando terminas a sessão, permitindo-te explorar os repositórios de software e ver se te agrada. não tenhas problemas em ver também os teus documentos, por ex, certas distro (a maioria hoje em dia) permitem-te aceder ao teu disco rigido a partir do live cd e podes ver os filmes, músicas, imagens e afins para explorares as aplicações nativas da distro ou aplicações comuns a varias distro.

    Enfim, não te acanhes em explorar um pouco, e goza das tuas imersões em linux.

    cumpz
     
  14. Borgas

    Borgas Suspenso

    Já tenho os CD's do opensuse e do PCLinuxOS devo confessar que estou entusiasmado para experimentar o PCLinuxOS! hehe

    Será o PCLinuxOS uma distro boa para um iniciante?

    Pelo que tenho visto por ai no youtube e no Google parece-me ser uma distro bastante boa!
    Vou seguir o conselho do volcanlx e experimentar mesmo tudo no live CD! vou tentar fazer umas alterações a nível gráfico para ver como fica.

    Já agora sabem se é possível instalar o compiz ou o beryl em live CD? só para ter uma ideia de como irá ficar!(tive problemas a instalar o amsn e o beryl no Ubuntu Live CD à uns tempos atrás....)

    Brigadão
    >cumpZ
     
  15. DbC

    DbC Banido

    Comecei a minha utilização de Linux em Slackware, estou em Ubuntu, mas estou seriamente a pensar voltar para Slack.
     
  16. John Silva

    John Silva Power Member

    Das distros que experimentei, o PCLinuxOS é provavelmente a melhor distro para iniciantes. Muito próximo do PCLinuxOS é o SimplyMepis, achei-o muito bom também... Simples, reconhece tudo e bastante intuitivo.
    Nunca experimentei o compiz fusion através de um LiveCD, mas creio que não há qualquer obstáculo a isso ! Não sei qual a placa gráfica que usas, mas se tiveres uma Nvídia, tens de instalar os drivers proprietários para que o Compiz te funcione correctamente. Isso é muito simples de se fazer e basta ir ao Synaptic e escolher o driver correcto para a tua placa.
    A documentação do PCLinuxOs é boa e a comunidade é bastante activa, esses pormenores são amplamente discutidos e explicados no seu fórum.
    Existem muitos projectos desta distro em curso, o Main Forum ( fórum principal ), Hack Forum ( forum de testes de programas e repositórios de testes ), TinyME Fórum ( um derivante do PCLinuxOS ), Beautification Gallery ( galeria de imagens, icons, etc... com o objectivo de tornar esta distro visualmente mais atraente ), e a wikipédia(http://docs.pclinuxos.com/wiki/HomePage)

    Cumps.
     
  17. Borgas

    Borgas Suspenso

    Bem tive a testar o LiveCD do PCLinuxOS e do OpenSuse 11, devo dizer que gostei muito mais do PCLinuxOS, é mais organizado(meu ponto de vista!), se bem que penso ter sacado a versão gnome do OpenSuse LiveCD..

    Ok então é assim..
    Hmm... das duas uma ou eu não percebo nada da instalação do compiz/beryl ou então não sei o que se passa :'(

    Tou mesmo com dificuldades em instalar o compiz/beryl nas distros (tou a usar apenas as live CD), tenho procurado no Google tutoriais mas são todos diferentes uns dos outros e acabo por me perder, para não falar que nunca consigo correr os comandos todos, há sempre um que dá um erro qualquer ou simplesmente não faz nada..

    Os tutoriais que encontrei para o PCLinuxOS são tutoriais para quem já percebe de Linux o que não é o meu caso.. e os tutos para iniciantes só encontro para o ubuntu e debian...
    Se puderem postar aqui um guia para instalar o compiz/beryl no PCLinuxOS agradecia :009:

    Perguntinha: Talvez seja melhor não começar com o PCLinuxOS ?

    >cumpZ
     
    Última edição: 13 de Agosto de 2008
  18. volcanlx

    volcanlx Power Member

    O compiz precisa dos drivers da gráfica instalados e para que isso aconteça ele geralmente pede um restart da máquina (coisa rara em linux) e isso em livecd não é possível, eu não consegui pelo menos.
    O mandriva tem o Compiz instalado e funcional pelo livecd... se queres testar experimenta também o mandriva.

    mas personalizar o ambiente e cores das barras e menus é possível.
    Como tens mais facilidade em encontrar e perceber as coisas da comunidade ubuntu se calhar começa pelo ubuntu, não é uma má distro por isso serve e é muito userfriendly, quem diz ubuntu diz um derivado ou outra debian based distro.
    Se te habituares ao Ubuntu/Kubuntu/Xubuntu seja qual for o ambiente gráfico que gostes (KDE, Gnome...) as distro ubuntu têm uma ferramenta que podes usar quando inseres o cd em windows que é instalar via WUBI que te permite instalar o linux ubuntu como SO secundário virtualizado, ou seja, passas a ter ubuntu, instalas e removes como se fosse uma aplicação, no windows, assim mesmo que faças uma borrada ou te fartes, vais ao windows > painel de controlo e desinstalas... é muito bom para teres linux a 100% por umas semanas, a unica diferença é mesmo ser um sistema virtualizado. Ai já podes ter o compiz e experimentar todas as funções pois é como se tivesses mesmo instalado, embora esteja a correr a partir de um disco virtualizado com o espaço que lhe deste ao instalar (ou seja, é um ficheiro dentro de uma pasta do windows que tem o linux, não está mesmo instalado de raiz.) faz tudo como se fosse um sistema de raiz, pode é ser ligeiramente mais lento no acesso mas é muito mais rápido que o live cd, se fizeres asneira ou te atrapalhares com alguma coisa, removes pelo windows lol. eu tive assim, e foi muito util pois durante uns tempos esqueci o windows...mas depois os 8GB que dei ao ubuntu estavam a fazer uma certa falta no windows lol e tive de remover.

    Cumpz
     
  19. Borgas

    Borgas Suspenso

    Embora eu concorde contigo quanto ao ubuntu ser mais user friendly e ter uma comunidade maior.. eu não gosto do ubuntu .. pelo menos a versão live CD não me fascina nem um pouco.. para começar pelo facto de cada vez que tento baixar algo pela consola ele da-me sempre algum erro ao passo que outras distros em live CD fazem tudo normalmente.. a resolução da live CD do ubuntu é de 600*400 o que me irrita profundamente.. e o facto de trazer um ambiente mais "rústico" de padrão também não me fascina (Embora o possa alterar).
    Até agora apenas testei na totalidade 4 distros e por ordem de gosto são elas:

    1- PCLinuxOS
    2- Fedora
    3- OpenSuse
    4- Ubuntu

    O meu problema é o receio em seguir uma distro que depois me traga dificuldades para encontrar ajuda com algum problema!

    Por exemplo no caso do PCLinuxOS não encontro tutoriais para instalar o compiz e tenho receio de não encontrar tutoriais para um problema que possa vir a aparecer.
    No caso do Fedora tem a ver com o tipo de ficheiros que lê, quando o testei tive algumas dificuldades a instalar vários programas.
    Quanto ao OpenSuse talvez tenha sido pelo facto de ter sacado a versão Gnome mas nao me cativou, nao me orientava nos menus.
    Relativamente ao ubuntu é o tal problema, não me fascina muito (pelo menos a nível de LiveCD).

    Mais alguma sugestão de distro?
    Ouvi falar que o SlackWare e o Gentoo são bastante bons mas também deram a entender que nao são para iniciantes :009:

    >cumpZ
     
    Última edição: 13 de Agosto de 2008
  20. John Silva

    John Silva Power Member

    É muto difícil encontrares uma distro com os drivers proprietário que te façam correr o compiz através de um LiveCD. A explicação é simples, normalmente as distros que são de paises como os EUA, Canada têm muito mais cuidado com essas coisas de direitos de autor.... O Sabayon ( Itália ), Mandriva ( França ) provavelmente já vêm com esses drivers de origem o que te permite experimentar o compiz através do LiveCd.
    O PCLinux OS é super-simples de configurar o Compiz-Fusion, não há nada que saber ! Uma vez o SO instalado no disco e os drivers proprietários da placa gráfica estejam instalados, é só ir ás opções e ligá-lo.
    No fórum do PCLinux OS existe uma secção dedicada ao Compiz Fusion e a informação está toda lá.

    Cumps.
     
Estado do Tópico:
Fechado a novas mensagens.

Partilhar esta Página