1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

O RAW e os Picture Styles.

Discussão em 'Fotografia e Vídeo' iniciada por ebmac, 31 de Agosto de 2008. (Respostas: 18; Visualizações: 1366)

  1. ebmac

    ebmac Power Member

    Já aqui falei sobre este assunto. Como foi mais relacionado com camaras decidi criar um novo só mesmo para se falar sobre isto.

    O que acontece é que quando se fotográfa em RAW, se escolhermos um Picture Style, este não nos vai ser apresentado na aplicação que usarmos. Tenho instalado o Aperture 2, o Lightroom 2, o Digital Photo Professional, o CaptureOne 4, o Expression Media 2 e o Capture NX2. Só em três destas aplicações é que o Picture Style nos é mostrado. São eles o DPP, o Capture NX e o Expression Media, isto claro, o DPP para as fotos da Canon e o Capture NX para as da Nikon. O Expression Media apresenta a solução para ambas as marcas. Não sei mas suspeito, que o Expression Media converte para jpeg os RAWs, quando os transforma em thumbnails e afins, julgo eu que seja isto…
    Isto é algo que me chateia, porque apenas uso o Expression Media para visualizar, não para editar, usando assim e praticamente sempre o Aperture e, muito de vez em quando o Lightroom.
    O que pretendo saber é se alguém tem uma resposta no sentido de me solucionar esta grande falha. Já sei que os Picture Styles são informações, algoritmos, que acompanham as imagens e que estas não são importadas para as aplicações que referi, apenas as aplicações dos fabricantes, mas espero que haja neste mundo um plug-in qualquer que resolva isto e é isso que pretendo saber. :)

    A quem, no outro post, criado há algum tempo, referi que os RAWs da Canon não davam este problema vs os RAWs da Nikon, peço desculpa porque na altura apenas usava o Expression Media (aka iView Media Pro).
     
  2. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Os perfis que crias no Picture Style podes criar no Lightroom. Já me disseram que até os podes descarregar algures na net.
     
  3. ebmac

    ebmac Power Member

    Pelo que li e descobri isso só funciona no Lightroom. Já é um começo mas não é bem isto que procurava. Eu tenho configurados 3 estilos (Picture Styles), que são por sinal esses que uso e é isso que quero visualizar. Por outro lado isto no Lightroom só nos é permitido se convertermos os ficheiros para DNG e não tenho esse hábito… :) Depois há outro problema, é que já me estou a desligar do Lightroom…
    Não referi no entanto no primeiro post algo que acontece que também me é estranho. Quando se importam as fotos, tanto no Lightroom como no Aperture, as fotos aparecem com o estilo que usámos na máquina mas após a renderiazação dos previews esses estilos “vão à vida” e isso ainda é mais tramado!!!
     
  4. c3l5o

    c3l5o I'm cool cuz I Fold

    Isso acontece porque ele primeiro lê o preview em jpg que a própria máquina cria dentro do raw. Quando os abres dentro dos programas eles simplesmente lêem o raw e apresentam a sua renderização normal. Sem efeitos.

    A questão é que para esses pictures styles serem tomados em conta aquando do processamento do raw terás de usar o software respectivo da marca. Não há maneira de dares volta a situação a não ser que apliques os presets posteriormente...
     
  5. strobe

    strobe Moderador
    Staff Member

    Quem usa Adobe Camera Raw 4.5 ou Lightroom 2 vá já a correr à página:

    http://labs.adobe.com/wiki/index.php/DNG_Profiles

    para obter os "beta camera profiles"

    Não é necessário converter para DNG.

    Quando as fotografias estão a carregar, primeiro é mostrado a preview JPEG incluida no RAW (JPEG que foi gerado com o algoritmo da máquina). Alguns milisegundos depois, é gerada uma nova preview com base na informação RAW, pelo que se "perde" o efeito dos algoritmos da máquina. Com estes perfis (que ainda estão em fase beta mas que parece consensual que são muito bons) consegues que o ponto de partida do RAW coincida com um deles. Naturalmente que podes escolher um qualquer à posteriori (independentemente do que estiver seleccionado na máquina quando tiraste a fotografia).
     
  6. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Não, nem por isso. Eu já criei alguns por brincadeira e não precisei converter nada para DNG.
     
  7. ebmac

    ebmac Power Member

    Então assim sendo o que acontece ao Expression Media é ficar-se apenas pelo preview jpeg do RAW. :)
    Quanto aos Profiles beta da Adobe já é uma boa notícia mas continuo sem ter o meu problema solucionado. Por um lado porque já não uso muito o Aperture por porque é muito raro usar os Picture Styles pre-definidos.
    Obrigado a todos pela ajuda prestada.
     
  8. strobe

    strobe Moderador
    Staff Member

    Acho que afinal não entendo qual é o teu problema. Qual é o workflow que usas ou gostavas de usar?

    Os picture styles ou perfis, não são informação associada a uma imagem em particular, mas sim a uma máquina. Suponho eu que seja uma curva desenvolvida pelo fabricante tendo em conta a função de resposta do sensor e circuitos associados. No máximo, na parte proprietária do EXIF (aquela onde cada fabricante mete o que lhe apetece) vão lá uns bits para indicar qual foi o perfil que estava seleccionado na máquina quando a foto foi tirada.

    Algumas máquinas dão para carregar perfis, mas isso só se aplica aos JPEGs que sejam "cozinhados" na máquina segundo a "receita" contida no perfil. Quando usas RAW, por definição, tens a informação "crua", tal como ela sai do sensor. No post-processamento podes aplicar o que quiseres.
     
  9. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Realmente também não estou a perceber qual é o problema.

    strobe, exacto, os pricture styles são isso mesmo, curvas. Podem ser desenvolvidas pela Canon, ou podes criar as tuas num software que vem com a máquina.
    Mas é a cena que eu disse lá em cima, se o problema é aplicar essas curvas aos RAWs e não aos JPEGs da máquina, então deve-se criar a curva no programa que vai processar os RAWs. As curvas da máquina são para isso mesmo que dizes, para JPEGs "cozinhados" na máquina (embora possas usar o DPP e obter o mesmo resultado, com as mesmas curvas, mas isso é porque o DPP lê os tais bits e sabe qual é a curva a aplicar).
     
  10. ebmac

    ebmac Power Member

    Eu até acho que fui explicito… O que eu pretendo é uma forma de carregar essas curvas. O que me parece é que estão a encalhar apenas nas pre-definidas e essas não me interessam. Reparem, a mim não me interessa tirar uma foto com o perfil Portrait (por exemplo) e carregá-lo depois, o que me interessa mesmo é ter o perfil que eu configuro, compreendem??? A Canon 40D tem a possibilidade de criar 3 e são esses que me interessam. Agora acho parvo é se isso não funciona em RAW estar disponível.
    Agora, afinal o que não perceberam???!!!
     
  11. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    O que não percebi: Se queres aplicar uma curva feita por ti a RAWs, porque é que queres a curva na máquina, se não é a máquina que os vai processar? Porque não crias essa curva no programa que realmente processa as fotos?

    Edit: Também não percebo, se estás a fotografar em RAW, cujo objectivo é processar a imagem no PC, porque é que queres usar uma função cujo objectivo principal é personalizar o JPEG processado na máquina.

    De qualquer forma, mesmo em RAW, não é parvo. Esses perfis estão disponíveis no DPP, que é o software da máquina. Os restantes softwares não têm qualquer obrigação de reconhecer os perfis.
     
    Última edição: 2 de Setembro de 2008
  12. ebmac

    ebmac Power Member

    Porque acho eu que dá mais trabalho, pouparia um certo tempo. Configuro à minha maneira e quero tê-lo na aplicação para depois dar os pequenos toques, e não todos.

    Este segundo parágrafo não percebi.

    Sim, eu sei e referi logo no primeiro post que, as aplicações fornecidas pelos fabricantes, e como é óbvio, reconhecem esses Picture Styles. Só acho é que essa característica devia ser aberta a outras aplicações. Não me estou a ver a usar o horrível DPP, o Capture NX2 ainda se pápa.

    Agora, não me venham dizer, nem tentar convencer que, fotografar em RAW é a mesma coisa que fotografar em jpeg, OK?
     
  13. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Hã? Claro que que ninguém te vai dizer isso... O que são capazes de te dizer é que os pictures styles são essencialmente para quem fotografa em JPEG e não em RAW.

    A minha dúvida persiste: Porque é que não crias o perfil que queres no programa de processamento de RAWs, em vez de criar na máquina, se não é a máquina que vai processar os RAWs?
     
  14. andré ferrari

    andré ferrari Colaborador
    Staff Member

    Vamos por hipóteses já que também tive alguma dificuldade em compreender o problema ;)

    1) Se a tua ideia é ter curvas/ ajustes feitos directamente na máquina, não vejo porque não usar o jpeg. Uma vez que a imagem sai pronta como queres, o que te interessa o RAW então?

    2) Agora se queres que as imagens venham com perfil carregado e depois fazer ajustes, aí já é um pouco redundante. Ou o perfil não está a ser bem escolhido ou os ajustes são mínimos e podem ser feitos a partir do jpeg sem problema.

    3) Se a ideia é mesmo usar raw e que estes carreguem os perfis (curvas/ definições que quiseres), é uma questão de criar um perfil no lightroom já como queres e ao fazer o EXPORT, as imagens são logo todas carregadas com esse perfil.
    Se eventualmente quiseres que alguma tenha um perfil diferente é só seleccionar e fazer anular.
    Na minha opinião não dá mais trabalho. É muito mais viável do que usar mais do que um programa para isso.
     
  15. ebmac

    ebmac Power Member

    Então afinal estás a dar-me uma certa razão. Porque estão então os Picture Styles disponíveis no formato RAW???!!! :)

    E agora vou dizer-te o meu método de trabalho.

    -fotográfo em RAW, sempre em RAW…
    -importo as fotografias para o computador
    -organizo-as no Aperture, por pastas, etc.
    -visualizo e faço uma selecção das melhores para poder trabalhá-las
    -ajusto a meu gosto, tudo, desde cor, contraste, exposição, vinhetagem, crops, filtros, plug-ins, tudo e mais alguma coisa
    -exporto para jpeg para colocar no flickr e no blog
    -quando há concursos ou coisas do género exporto-as para tiff ou outro formato, melhor que o jpeg, e aqui está a razão de fotografar sempre em RAW, posso até ampliar a foto para mais resolução sem se notar grande perda de qualidade, o que não conseguiria fazer (nada do que mencionei acima) no formato jpeg

    Ora, eu ao configurar um Picture Style estou de certa forma a adiantar o serviço, poupando tempo nos ajustes de certos pormenores no Aperture e é isto que eu pretendia.
     
  16. ebmac

    ebmac Power Member

    1) Nem vou responder à questão de fotografar em jpeg…

    2) Idem, esquece o jpeg.

    3) Aqui já me dás uma hipotese válida mas, e o Aperture??!!

    De qualquer das formas já expliquei na resposta ao Rui Marto o meu método de trabalho, será mais fácil de me entender. :)
     
  17. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Está lá porque quem usa o DPP tem acesso a eles. E mesmo que não tivessem... Está lá porque sim, quanto mais não seja para veres a foto na máquina, visto que ela gera sempre um JPEG, seja quando fotografas em RAW ou em JPEG.

    Adianta trabalho?

    Desde que tenhas o perfil criado no programa, o trabalho é o mesmo. Só tens que dizer qual é o perfil a usar, no momento em que importas as fotos. Está feito.

    E entre andar a escolher perfis na máquina, ou escolher depois no PC... Quando tenho a máquina nas mãos, há coisas mais importantes em que pensar (a menos que esteja a fotografar em JPEG, lá está).
     
  18. strobe

    strobe Moderador
    Staff Member

    Porque não se ganhava nada em torná-los indisponíveis. Aquelas pessoas que usam um workflow mixto RAW + JPEG continuam a poder manipular essas opções, mesmo que a próxima foto que tirem venha a ser em RAW e não em JPEG.

    Acontece o mesmo com o sharpening e o WB. Mas de facto num workflow RAW puro este tipo de calibrações feitas "in camera" são irrelevantes a não ser que o fotografo dependa da previsão que aparece no monitor da camara.

    Para isso o que precisas é de usar presets, macros ou lá como se chame no Aperture. Os Picture Styles só te fazem uma pequena fração deste trabalho, enquanto que presets e macros podem fazer tudo, até adicionar uma marca d'agua e uma moldura. Não conheço o Aperture, mas tenho quase a certeza que deve dar para fazer isto, pois é uma função básica de qualquer software que ambicione a ser usado num workflow RAW.
     
  19. Rui Marto

    Rui Marto Power Member

    Para não falar que são redundantes.
     

Partilhar esta Página