1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Vale mesmo a pena testar em Opera?

Discussão em 'Web Development' iniciada por mln2c, 10 de Julho de 2008. (Respostas: 18; Visualizações: 1225)

  1. mln2c

    mln2c Power Member

    Quase todas as pessoas que conheço utilizam o Firefox ou o IE. Mas sempre que se fala de testar sites costumam referir que também vale a pena testar em Opera. Vale mesmo a pena? Quais as principais diferenças entre o Opera e o IE e o Firefox? Afinal quem usa o Opera? Os utilizadores de Mac? Já que se vai perder tempo a testar num terceiro browser porque não o Safari?

    cumprimentos
    Manuel
     
  2. setekh

    setekh Power Member

    Claro que vale a pena testar no Opera. E no Safari. Mesmo tendo uma taxa de penetração no mercado global de apenas ~2% e ~2,5% (mas presumo que mais nos países desenvolvidos), não é boa prática ostracizar deliberadamente ~5% dos utilizadores.
     
  3. shello

    shello Moderador
    Staff Member

    A testar, aqui é sempre: IE6, IE7, Firefox, Opera, Safari.

    Em Windows tem acesso a todos estes browsers.
    Existem alguns utilizadores em Windows que usam Opera. Em OS X é mais comum o Safari ou o Firefox.

    Depois depende do "publico alvo", se vão também visitar o site por um browser móvel. Neste caso testa-se também com o Opera Mobile.
     
  4. Rach n' Roll

    Rach n' Roll Power Member

    :x2:
     
  5. anjo2

    anjo2 Power Member

    Existe ferramentas online para testar em todos os browsers se não estou em erro, acho que é a melhor opção

    http://www.browsershots.org/

    É um exemplo, mas é capaz de existirem mais (este tem lista de espera)
     
    Última edição: 10 de Julho de 2008
  6. Rach n' Roll

    Rach n' Roll Power Member

    ora aqui está algo que não sabia que existia :)
    é fiável mesmo?
     
  7. anjo2

    anjo2 Power Member

    são printscreens tirados em vários browsers, lá diz a resolução, e isso pode influenciar a apresentação do site, pelo que é uma boa maneira para testar.
    A minha resolução é de 1920x1200, deverá ser certamente a resolução de uma minoria, e testar em outros computadores também é bom :)
     
  8. m.costa

    m.costa Power Member

    Alem do browsershots (fantastico), ha' tambem o http://ipinfo.info/netrenderer/ que da' instantaneamente screenshots de várias versoes do IE. Ocasionalmente quando o projecto e' big uso o http://litmusapp.com , que alem de mostrar os screens rapidamente de varios browsers também e' muito util para testar designs de newsletters nos varios clientes de mail (desktop e web-based) :)

    Quanto 'a pergunta do tópico: sim.
     
  9. setekh

    setekh Power Member

    Eu começo é a ficar farto de andar com milhentos truques para que as tralhas funcionem bem em IE6. São milhentos hacks!

    Se a malta não se dá ao trabalho de fazer o update para a nova versão, começa a ser problema deles.

    [/rant] :P
     
  10. anjo2

    anjo2 Power Member

    Os sites têem de ser feitos para passar no w3c, tudo o resto são extras.
     
  11. setekh

    setekh Power Member

    Haha passar no w3c e funcionar devidamente em IE6 são coisas diferentes, infelizmente :/
     
  12. Rach n' Roll

    Rach n' Roll Power Member

    é mau pensares desta forma, e digo-te porque também já pensei assim. O problema é que nem todas as pessoas que usam internet são como nós (e como nós refiro-me a pessoas com capacidade de usar internet, saber o que é um browser - existem pessoas que nem sabem que existe "vida para além do explorer").
    Lembra-te que existem pessoas com limitações, nomeadamente pessoas com uma certa idade, que também não sabem o que significa sequer "update", e que também têm direito a, por exemplo, ler jornais online, ou mais que não seja ver as gajas no Hi5.
     
  13. setekh

    setekh Power Member

    Compreendo o que estás a dizer, e em alguns casos e para esse tipo de malta sou obrigado a vergar-me (até porque sou pago para tal :P). Isso não significa que aceite a ignorância da maior parte da população e compactue com a sua perpetuação. Até porque os problemas do IE6 vão muito para além do display de páginas!
     
  14. anjo2

    anjo2 Power Member

    Sim, são coisas diferentes, mas na minha opinião o w3c é mais importante, até porque para indexação este pormenor conta
     
  15. mascker

    mascker Power Member

    Boas,

    Eu estive numa empresa à algumas semanas atrás, não por trabalho, mas porque sou amigo de um dos sócios.

    Estava no gabinete dele e ele tinha o programa de contabilidade aberto, nada de especial.

    Estavamos a falar sobre energias renováveis e companhia, quando ele me diz para abrir um site para demonstrar um motor em desenvolvimento.

    Até aqui nada de especial.

    O importante vem agora. IE5.5

    Sim, ele ainda tinha no computador a versão 5.5 do Internet Explorer. Era também por isso muitos dos sites que ele via não funcionavam correctamente.

    Não concordo quando dizem que devemos fazer o site passar no w3c e o resto é treta. Devemos sim fazer passar o site nos browsers e o w3c é treta.

    Não adianta passar no w3c e ser indexado pelos motores de busca se os visitantes não o conseguem ver. E acreditem que a maioria dos utilizadores não sabe actualizar um browser e muito menos saber que existe outro.

    É função dos navegadores serem totalmente compativeis com o W3C, não dos programadores.

    Cerca de 70% das visitas de portal que tenho são do IE e dessas visitas 46% ainda são do IE6.

    Por isso é preciso testar obrigatoriamente os sites no IE6, IE7 e no Firefox. Confesso que de resto não me preocupo muito, mas se passam nestes 3, é muito provável que passem nos restantes.

    Em relação aos problemas do IE6 eles existem e nínguém os nega. Aqui à cerca de um ano li a história sobre porque isso acontecia, mas infelizmente não tenho o link. (tenho a impressão que o li na cnet, mas nao posso confirmar)

    Antes do aparecimento do firefox e desta campanha toda anti-microsoft, o IE governava o mercado, tendo apenas a concorrencia do Netscape, que vinha a decrescer de dia para dia.

    Como o mercado não se movia porque não havia concorrencia, a Microsoft, não querendo estar parada, foi submetendo alterações para a W3C para passarem a ser padrão. O problema foi que a W3C estava-se a lixar para aquilo e para tudo e em certos casos passou mais de um ano até que a Microsoft tivesse uma resposta da W3C. Como as respostas tardavam a chegar, a Microsoft implementou tudo no IE6, antes de serem aprovadas pela W3C.

    É depois nesta altura que começa a surgir o Phoenix e a suite da Mozilla a ficar novamente em acção. Mas era tarde de mais. O IE já tinha sido lançado e a Microsoft não viu aprovados os pedidos que submeteu ao W3C.

    E depois disto temos o problema da portabilidade. A Microsoft optou por não corrigir na versão 6 as incompatibilidades com as normas W3C. Quando vai fazer o lançamento do 7, fez a escolha mais lógica. 85% do pessoal à face da Terra utiliza o IE, se lhe espetarmos o W3C por defeito muitos sites deixarão de funcionar. Parece que agora no 8 será totalmente compatível, mas ainda serão precisos alguns anos após o lançamento do 8, para que o 6 tenha desaparecido. Por isso fixes para o IE6 ainda vão andar por aí mais uns anitos.


    Saudações,
     
  16. Paulo Truta

    Paulo Truta [email protected] Member

    Sem dúvida que o IE6 é o que lixa todos os webdesigners... Existe sempre uma ou outra coisinha que queríamos ver implementada e muitas vezes não podemos por causa dessa bosta desse browser...
     
  17. slack_guy

    slack_guy Power Member

    Aqui (na chafarica onde trabalho) os 'requisitos' são (quase sempre por esta ordem):
    1. HTML Validator
    2. Firefox
    3. Lynx (ou links)
    4. IE 7.0
    5. Opera
    6. IE 6.0
     
  18. smash"

    smash" What is folding?

    Eu normalmente testo so com o Safari e com o Camino, nao testo com o firefox proque ultimamente crasha mais do que trabalha com o mac : P

    mas agora com esse link, upa upa :009:
     
  19. Rach n' Roll

    Rach n' Roll Power Member

Partilhar esta Página