1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Apple Music

Discussão em 'Apple Geral' iniciada por Dani_75_75, 11 de Junho de 2015. (Respostas: 529; Visualizações: 34811)

  1. Dani_75_75

    Dani_75_75 Power Member

    Boas, este tópico foi criado com intuito de discutir o novo serviço da Apple: o Apple Music.
    O que esperam do mesmo?
     
  2. henrique2

    henrique2 Power Member

    Primeiros!
    Já vou dar a minha opinião.
     
  3. Dani_75_75

    Dani_75_75 Power Member

    Também ja dou a minha opinião.
     
  4. gif

    gif Power Member

    Vou aguardar para experimentar e opinar...

    Actualmente uso MEO Music (com mensalidade e tráfego grátis).
     
  5. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Sobre este assunto e é algo que não vi ainda discutido é que a Apple vai matar a médio prazo o Spotify ou pelo menos pode fazê-lo. E quem diz Spotify diz os restantes. Porquê? Ainda bem que perguntam :D

    A Apple não depende do Apple Music, tem 178 mil milhões de dólares no banco. Podia sem problema ter prejuízo de 10 mil milhões por ano nos próximos 10 anos que ainda ficava com 78 mil milhões de dólares no Banco. Já o Spotify vende subscrições, em termos de catálogo se a Apple quiser não consegue concorrer com esta e a apple como já disse tem o dinheiro para fazer o que quiser.

    O Spotify para as pessoas experimentarem oferece 3 meses por 99 cêntimos, a Apple oferece a zero cêntimos. Encontram aqui uma diferença já?

    Outro ponto é a qualidade do mp3. Vai ser a 256k em vez dos 320k que se esperaria. Espero que melhorem esse aspecto e que fique disponível em Portugal.
     
  6. MMC

    MMC Colaborador Editorial

    Tal como a Apple, não sou o primeiro a participar.

    Também espero que não tenham demasiado sucesso, porque se tiverem ainda menos se irá justificar o formato físico e as próprias vendas digitais (que já estão no mínimo). Garantidamente iremos estar limitados a pagar uma "renda" para termos acesso a música na cloud dentro de poucos anos, acabando-se os problemas de pirataria para a indústria. É Brilhante.

    A qualidade que me preocupa não é o bitrate, mas sim a energia espectral de determinadas frequências que funcionam como assinatura do ficheiro. Por exemplo, noto também um ênfase na gama dos graves no Meo Music com o fim de se obter um som mais "agradável".
     
  7. henrique2

    henrique2 Power Member

    A minha dúvida, é precisamente sobre o streaming enquanto modo de ouvir música.
    Não costumo nem gosto de ouvir música aleatória excepto as playlist que crio manualmente, não deixo que seja o Genious a escolher por mim num algoritmo que procura o meu padrão/géneros.
    Por exemplo, se crio um playlist sobre electropop /Synthpop dos anos 80, selecciono as que mais gosto entre Erasure/Yazoo/Depeche Mode/OMD/Ultravox/Soft Cell/New Order/etc..,
    Se me apetece ouvir algumas bandas sonoras, vou buscar a playlist dos filmes que gostei e me marcaram, dos quais ainda não me fartei de ouvir (Once upon a Time in América, Pulp fiction, Trainspotting, Blade Runner, etc...

    O ecletismo é muito alargado e poderia dar muitos mais exemplos, isto é apenas para dizer que em determinado momento apetece-me ouvir algo pré-determinado por género dentro do que tenho, ou por um autor. Frequentemente digo para mim: Apetece-me ouvir o Nebraska do Bruce Springsteen, ou se quiser algo menos melancólico e mais rockalheiro dentro do mesmo autor, quero ouvir o álbum Born To Run.

    É assim que oiço música, reviver os meus clássicos, nunca ou raramente me apanham a ouvir algo actual e mainstream dos tops recentes.

    Com este perfil, e se houver alguém que tenha audições semelhantes em termos de metodologia, como è que fazem se perder muito tempo com o Spotify ou semelhantes?
    Pergunta genuína, gostaria de saber como organizam o que ouvem, de que forma, quanto tempo perdem a gerir, qual o nível de satisfação vs expectativas, enfim.

    Talvez estes serviços não sejam para mim, já usei o Spotify e não me disse nada, obrigaria-me a mudar a forma como me separo do mundo real quando oiço o que gosto.

    Não é uma afirmação definitiva, mas o Apple Music não é para mim. :)
     
  8. Rseven

    Rseven Power Member

    Stream a 256Kbs não obrigado
    Infelizmente não vai suportar Windows Phone ou Linux (ao menos vai dar por browser?)

    Irei continuar com Spotify.


    -Playlists organizadas
    -Só fazer follow ou save artistas/albums que ouves

    O meu Spotify parece o meu iTunes do ano passado, com +500Gb de Musica. Mas tudo organizado.
    Só gostava de remover a Friend Feed porque normalmamente é só azeite. E esconder a Tab Main, porque Charts, Moods, News etc não me interessam muito.
     
  9. henrique2

    henrique2 Power Member

    Hum, percebido.
    Gostei do pormenor de o Spotify poder ficar semelhante à nossa biblioteca de música do iTunes. :)
    Mas sendo assim, e tendo já eu essas musicas na cloud pelo iTunes Match, as vantagens anulam-se, creio.
     
  10. Lucien

    Lucien What is folding?

    Eu ouço muitos géneros diferentes, conforme me der vontade. Um dia são clássicos, outros é pop, etc...o Spotify é muito bom para isso. Como gostas de ouvir clássicos, aí já sabes que existe porque a música é "finita" daquela era.

    Muitas vezes vou para a seção do indie porque mainstream pop é algo que não me dá vontade nenhuma (para isso ouço a mega hits, e basta ouvir 1 hora disso que fico logo farto). Nesse aspeto, o Spotify tem muitas playlists e frequentemente encontro um artista/banda novo que gosto bastante.

    O AM ainda será melhor para mim. Posso pegar nos tracks que tenho atualmente, fazer upload para a cloud (a maior parte dos meus clássicos, OSTs de jogos/filmes, B-sides, demos, etc...tudo o que não existe nem nunca existirá no Spotify) e continuar a streamar conteúdo novo, antigo, clássico, o que for da biblioteca do AM. Tudo de maneira transparente, sem descriminação se aquele ficheiro é local ou pertence ao AM, coisa que não posso fazer com o Spotify (para ouvir tracks locais no iPhone, tenho que criar uma playlist e meter todos os tracks offline...isso não é bom). Eu quero fazer stream do que me apetecer, e só guardar online quando necessário.

    Para quem se queixa que 256 kbps AAC < 320 MP3, não faz a mínima ideia. Para além do que AAC é melhor formato que MP3, quase que nem dá para distinguir FLACs de 320 MP3 com muitos phones. Eu noto, mas só se for em casa com headphones decentes, e tem que ser um FLAC muito bom (tipo o Quad Mix 2011 remaster do DSOTM).
     
    Última edição: 11 de Junho de 2015
  11. MMC

    MMC Colaborador Editorial

    Não percebo a preocupação do bitrate num serviço de streaming. Os 256 kbps da iTunes Store eram bastante bons para áudio portátil. Só noto a diferença se reproduzir os ficheiros numa sala.

    @henrique2 tenho toda a biblioteca no iPod Classic convertida para 256kbps.

    No ibasso DX90 tenho 3 pastas: novidades, recomendações, a manter. Neste leitor é onde faço as audições mais críticas.
     
  12. henrique2

    henrique2 Power Member

    Eu também, @MMC
    Excepto algumas que não foram reconhecidas pelo Match e ficaram com a qualidade original.
    No iTunes criei playlists com vários tamanhos (512MB/1GB/2GB/8GB/16GB/32GB/80GB/120GB/160GB)

    Sempre que chega um novo iPod, ligo ao iTunes e sincronizo com o tamanho respectivo.
    Deu-me muito trabalho ter tudo organizado, capas/letras/metadata/géneros/autor/compositor/álbum/ano/ etc.

    O iTunes Match permite-me ter a minha biblioteca em qualquer lugar onde tenha ligação à net, excepto os iPods antigos, e a diferença de ter outras músicas que não façam parte da minha biblioteca com um pagamento mensal de X€ como o AM não me parece mais vantajoso que os 24.99€ anuais que pago pelo iTunes Match.
     
  13. Rseven

    Rseven Power Member


    Eu como já disse noutro tópico.
    Noto a diferença.
    O espaço ocupado não é problema

    No minimo podiam dar opção de escolha ao utilizador como no Spotify
     
  14. MMC

    MMC Colaborador Editorial

    Pelo que li utilizas o spotify, certo? Qual o tipo de utilização? Portátil, ou fixa?

    Quando ligaram sem me aperceber uns stax sr001 ao meu ipod shuffle 2nd gen preenchido com ficheiros a 128kbps, fiquei preocupado com tamanha blasfémia, mas como estava enganado...

    Eu noto sim a má qualidade de muitos ficheiros, mas é outro tipo de discussão.

    Não associo os serviços de stream a qualidade áudio. As vantagens são de outro tipo, nomeadamente funcionalidade, embora não tenha tido oportunidade de testar o Tidal - possível alternativa para quem se preocupa com qualidade áudio no stream.

    Pessoalmente o que me atrai unicamente é ter acesso a novidades e a partir daí selecciono o que adiciono à biblioteca pessoal. A possibilidade de ter acesso a conteúdos exclusivos não me atrai para já e oponho-me a esse tipo de postura (será a mais valia que a apple tentará introduzir).
     
    Última edição: 11 de Junho de 2015
  15. OubeLa

    OubeLa Power Member

    Eu também sou um bocado assim. Hoje dá-me na cabeça e vou ouvir Jazz. Lá vou pesquisar Jazz, uso a Radio do Spotify, procuro playlists, etc. Depois dá-me vontade de ouvir música Portuguesa rock. Lá aparece qualquer coisa. Depois apetece-me ouvir especificamente The Joshua Tree dos U2. Está ali à mão. Até mesmo o Quim Barreiros! E depois gosto bastante da funcionalidade Radio do Spotify. Ok, não é perfeita, mas normalmente não se engana e não me dá Justin Bieber se estou a ouvir Coldplay.

    A única coisa que não posso fazer é ouvir Taylor Swift quando me apetece... just kidding :D

    Basicamente com o Spotify consigo ouvir sempre qualquer coisa diferente. Quando não tenho muitas reuniões e passo os dias mais sentado no computador, adoro, porque se me apetecer consigo ouvir coisas diferentes a semana toda, descobrir novas músicas. E se me apetecer posso sempre por a tocar o Top 50.

    Entre o Spotify e o Apple Music, sinceramente nem sei. Tenho de experimentar. Nem percebi como é que o Apple Music e a iTunes Store vão coexistir. Eu ainda tenho a minha biblioteca do iTunes aqui no computador, mas tendo em conta que uso Spotify há mais de 1 ano, está desactualizada. Por isso, a usar o Apple Music, seria de forma semelhante ao Spotify.

    PS: já alguém experimentou o Spotify Running? O meu plafond de dados fica um bocado curto para usar isso, mas tenho muita curiosidade.

    De resto, estou como diz o @Metro , tenho um bocado de medo que o Apple Music mate o Spotify e afins. O problema (neste caso, ainda bem) é que a Apple demorou MUITO para chegar a este mercado. E neste momento o catálogo do Spotify é quase tão grande como o catálogo do Apple Music/iTunes Store.
     
  16. Lucien

    Lucien What is folding?

    Só um aparte: o Tidal é fantástico em termos de qualidade. Se desse para ter a integração do AM + qualidade do Tidal seria o melhor serviço para mim.

    No Spotify encontro muito poucos artistas portugueses, mas isso deve ser porque tenho a versão Americana.

    Quanto ao AM, a Apple diz que quem quiser usar um ou outro está na boa, assim como se quiser os dois. Os tracks locais são logo matched e postos na cloud se usarem ambos. Isso dá jeito se quero comprar um track/álbum que não exista no AM, como se não tivesse Taylor Swift (irá ter).

    Por isso, é tudo transparente.
     
  17. davgomes95

    davgomes95 Power Member

    Os serviços como o AM podem vir a ser o futuro, mas não são ainda o presente. Adorava poder usar um serviço de streaming, mas oiço imensa música em locais sem Wi-Fi. Usar streaming em dados móveis com os preços portugueses é para esquecer...
    A Apple podia era usar o seu poder e influência para que as operadoras não cobrassem o tráfego gerado pelo serviço (sim, sei que nunca vai acontecer, pelo menos em Portugal, porque a MEO tem o MEO Music e a Vodafone tem aquele acordo com o Spotify, just dreaming high)
     
  18. whitelines

    whitelines Power Member

    Ha versoes de spotify diferentes? Pensei que era universal o catalogo.

    Podes explicar melhor essa segunda frase que pus a BOLD? Nao percebi bem o que querias dizer,
     
  19. xsteal

    xsteal Power Member

    O meu afilhado estando na Suiça, criou lá a conta, quando vem a Portugal não consegue aceder a sua conta de Spotify, por exemplo. Agora se o catalogo é diferente já não sei, mas faz sentido, visto restringirem o login!
     
  20. bjmarques

    bjmarques Power Member

    Eu também sou dos que passa algum tempo a organizar tudo, mas não chego aos compositores e isso porque faço tudo à lá pata. Antes ainda dava para ver as informações dos ficheiros da iTunes store, então era daí que eu copiava para os meus ficheiros. Se há coisa que me faz urticária é chegar a um iPod/iPhone de amigos meus e aquilo estar tar tal e qual como como sacaram, cruzes!

    Na minha opinião devem mudar o preço do iTunes Match para quem também assina o Apple Music. Eu só não aderi ao Match porque consigo fazer o mesmo com o Google Play Music (acho que é o nome correto) e é de grátis. Sim, tenho que ir à aplicação e tal mas não é por aí. Já agora pergunto-te caso saibas se depois de fazer o upgrade da qualidade pelo iTunes Match se cancelasses a subscrição o que acontecia a essas músicas? Se continuavas com elas ou se eram apagadas.

    De certeza que vou usar bem os 3 meses grátis da Apple Music, ainda para mais porque vai ser durante o verão e tenho tempo. E eu sou daqueles que tem os ouvidos moucos para os kbps, portanto nesse aspecto não ia ter um problema xD Agora se continuo a pagar depois já não sei, se o Netflix vier como deve ser cá em Portugal certamente prefiro gastar o € nele.
     

Partilhar esta Página