1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Como evitar cópias?

Discussão em 'Programação' iniciada por rotax, 26 de Janeiro de 2009. (Respostas: 25; Visualizações: 2505)

  1. rotax

    rotax Power Member

    Boas pessoal, nestes ultimos tempos, desenvolvi uma pequena aplicação, que realiza coisas basicas, genero Paint, e queria evitar os montes de copias que depois se fazem isto é:

    Eu grava-se a minha aplicação num Cd, e ninguem conseguice copiala, ou no caso de conseguir, não a conseguir abrir...

    Espero que me ajudem, a encontrar uma solução...




    Conto com a vossa esperiencia!



    Obrigado!
     
  2. alfinete

    alfinete Power Member

    podes sempre compactala num rar ou zip com password...

    ou crias um sistema cd key para o mesmo , mas este segundo não te posso ajudar pois nunca fiz nehum ,mas aviso desde ja que não é facil ....
     
  3. rotax

    rotax Power Member

    com passa era boa ideia, mas, daria para abrir muitas vezes, passariam a pass de uns para os outros, o ideial era que só desse para inserir a pass uma vez, e so abria de aquela vez, apartir de ai nao abriria mais com essa pass....

    Alguem ajuda????

    Eu ate acho que desde que a unica hipotse fosse só fazendo a imagem do Cd e dps gravar a imagem para o Cd ja chegaria,

    Desde que não desse para copiar directamente CD-CD ou copiar/arrastar do cd para uma pasta do computador, e dps gravar o conteudo da pasta num cd...
     
    Última edição pelo moderador: 26 de Janeiro de 2009
  4. blueomega

    blueomega Power Member

    ao fim do dia so ha maneira de complicar, não consegues evitar
     
  5. rotax

    rotax Power Member

    Ah?
     
  6. Aparicio

    Aparicio /dev/mod
    Staff Member

    Se até agora fosse possível fazer o que querias, achas que havia windows, photoshops e outros softwares pirateados? No máximo dificultas a tarefa a quem o saiba e queira fazer.
     
  7. ribeiro55

    ribeiro55 Power Member

    Se isso existisse com essa facilidade, não andavam as grandes software houses a investir em proteções, às vezes a correr o risco de perder clientela (estou-me a lembrar da proteção do RA3, que segundo consta, só deixa instalar um x de vezes)

    A maneira mais fácil, para um software distribuído em escala anã, é do tipo D-GRA (não procures porque não existe, eu é que gostava de me referir assim ao método, na altura (já lá vão uns 3 anos ou mais))
    Ou seja:

    Deploy - Gather, Receive & Authenticate

    Eu já fiz algo parecido, há muito tempo atrás, que até funcionava porreirinho.
    Eis o que acontecia:

    -Distribuis a aplicação trancada ou com funcionalidades reduzidas
    -O utilizador carrega lá algures, tipo Autenticar ou assim e a aplicação distribuí uns files ou umas chaves de registo ou saca umas informações do hardware, wtv e gera um file
    -O utilizador manda-te esse file com as informações dos sitios onde distribuiu as cenas na máquina alvo, as chaves de registo, a info de hardware, a encriptação que usaste, etcetc
    -Descodificas esse file com software que tenhas só para ti (que terás de escrever, claro) e geras um file a servir de uma espécie de chave que leva toda a "contra-informação" daquela maquina em específico
    -Envias o file ao utilizador, ele usa-o para desbloquear a aplicação

    Se ele tentar copiar o executável e/ou a chave, a "contra-informação" já não vai bater certo com a informação plantada da primeira vez e não corre. Desta forma só mesmo na máquina de onde o file foi gerado é que consegue correr a aplicação.

    É uma forma bem "sapateira'o'ditadora" de poderes ter a certeza de que só os utilizadores a quem enviaste a "contra-informação" têm acesso ao programa.

    Convém que o processo não seja automático, senão voltávamos ao mesmo... e é por isso que é impraticável para as grandes aplicações... por isso e por outras grandes coisas que não interessam agora.

    Desculpa lá a extensão, espero que te tenha dado uma ideia para o que queres fazer.
     
  8. legerdemain

    legerdemain Power Member

    Que aplicação tão boa é essa que merece ter um sistema de anti-cópia?

    O mais simples será um género de número de série ou uma activação online.


    PS: Antes de investir num sistema anti-cópia, recomendava investires numas aulas de português..
     
  9. Machacaz

    Machacaz Power Member

    :eek: LINDO!

    Mas não queres que usem o programa ou vejam o código?
    A verdade é que se o usarem e passarem... só tens a ganhar!
    publicidade e reputação.
     
  10. only_me

    only_me Power Member


    nada que um DASM nao resolva....
     
  11. ribeiro55

    ribeiro55 Power Member

    Estás à espera que alguém te pergunte o que é DASM não estás ?
    Há 3 anos gostava de dar nomes às coisas, e dei.

    O rapaz queria uma solução, eu mostrei-lhe uma que já funcionou.

    Se me perguntassem se estou de acordo, também diria que não.
    Para que proteger aplicações dessa envergadura, ainda para mais uma que "realiza coisas basicas, genero Paint" ?
    Montes de cópias? Este rapaz está com fé. Deve ser a sua primeira aplicação. Eu também achava que tinha de proteger uma aplicação que fazia slideshows de imagens à 7 anos atrás.

    E legerdemain, o teu post scriptum apresenta a subtileza perfeita :001:
     
  12. rotax

    rotax Power Member

    não estou com fé...

    aqui a grande questao é simplesmente como evitar as copias, pelo menos aos menbros que sabem menos sobre informatica, um pequeno sistema, que por exemplo nao deixa-se copiar-colar os ficheiros dentro do cd ja era o suficiente, que fosse do genero, ao selecionar os ficheiros e dps clicar no botao do lado direito e copiar desse erro... não era uma má ideia...

    Eu disse Paint para nao diser outra coisa... Mais tarde de deus quizer, e eu tb, mostrareivos algo do qual ides achar boas ideias...

    se alguem souber como der erro ao tentar copiar os ficheiros ja serve...
     
  13. ribeiro55

    ribeiro55 Power Member

    Para não "colar" ficheiros no cdr já tens uma boa proteção. Chama-se impossibilidade física.
    Quanto ao copiar, não creio que algo desse género possa ser feito.
    Depende do sistema operativo e não de algo que para lá ponhas.

    Sempre podes dar o atributo hidden ao ficheiro.
    Sempre és capaz de apanhar uma mão cheia de (e cito) "menbros que sabem menos sobre informatica".

    EDIT: Mesmo assim não acho que seja muito boa ideia... o que me vai impedir de emprestar o cd a outro gajo, ou fazer umas imagens e distribuír em massa por a WWW ?
     
    Última edição: 28 de Janeiro de 2009
  14. PNDmartins

    PNDmartins Power Member

    Epá, solução simples.. Queres evitar cópias, não destribuias..

    Se fosse assim tão simples/fácil as empresas não tinham problemas com isso. Se conseguem piratiar um sistema operativo, o que impede de piratiar um software que está a trabalhar sobre um sistema operativo??

    Para quem sabe, nada é impossivel.. Mesmo que o software começe em uns quantos utilizadores que sabem menos de informática, basta que o software ganhe reputação o suficiente para um gajo que saiba lhe "Fazer a folha".

    Até ao momento é bastante complicado o que tu pedes, e não te querendo desanimar.. Acho que ninguem te vai conseguir dar um algoritmo/forma suficientemente eficiente para conseguires o que queres.
     
  15. only_me

    only_me Power Member

    nop nao estou..quem sabe,sabe..
    quem nao sabe usa o google..
     
  16. ribeiro55

    ribeiro55 Power Member

    Eu usei-o antes de te perguntar isso.
    Não me serviu de muito.
    Ilucidas-me(nos) ?
     
  17. only_me

    only_me Power Member

    Eu usei-o antes de te perguntar isso.
    Não me serviu de muito.
    Ilucidas-me(nos) ?


    Dasm aka disassembler, meaning, por mais que te esforces com código, que cries rotinas para proteger o teu código (aka "mess"), e mesmo que compres um "packer" para encriptar, vai sempre existir um "Unpacker", e por consequentemente o teu codigo fonte vai estar a "descoberto"....
     
    Última edição pelo moderador: 29 de Janeiro de 2009
  18. ribeiro55

    ribeiro55 Power Member

    I see...
    De facto, tudo o que sobe tem de descer.

    Ainda assim, com o "meu D-GRA" não ficavas a perceber puto do que era necessário alimentar na aplicação para que ela funcionasse. A "chave" está na "key" e da forma como ela está arquitectada, e a key é gerada por uma aplicação que não era distribuída.

    Não digo que seja impossível, não é. Mas é desencorajador.
    E também, digo eu, não é qualquer um que saiba interpretar o que sacava com um disassembling... e os poucos que sabem não querem saber de um "género de paint" para nada.

    Obrigado por a explicação do termo :001:
     
  19. only_me

    only_me Power Member

    true.. ninguém quer saber de um paint para nada, a não ser que seja alguém que goste de crack me's só pelo gozo...

    quando o utilizador clicava para autenticar (no teu método), com algo que monitoriza-se o S.O consegues ver que files, os chaves de registry são alteradas/recolhidas info/etcc.
    não estou a criticar o teu metodo, muito pelo contrario, acho um bom metodo.

    um metodo de registo nunca deve estar centralizado num unico "ramo", mas de preferencia ao longo do codigo, criar varios ramos, que no final criam uma "copa de arvore".
     

Partilhar esta Página