1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Porque o VDSL2 ainda não se tornou tão popular como o ADSL?

Discussão em 'ISPs' iniciada por Carlos18, 22 de Maio de 2007. (Respostas: 64; Visualizações: 8681)

  1. Porque o VDSL2 ainda não se tornou tão popular como o ADSL?


    Porque a tecnologia de acesso a Internet Banda Larga por VDSL2 ainda não se tornou tão popular como a tecnologia de acesso a Internet Banda Larga por ADSL?


    Introdução

    Este artigo tem duas finalidades. A primeira finalidade desse artigo é dizer o porquê o VDSL2 ainda não é tão popular como o ADSL e falar um pouco mais sobre o VDSL2. A segunda finalidade desse artigo é sugerir algumas coisas as operadoras de serviço de acesso a Internet Banda Larga por ADSL.

    A tecnologia de acesso a Internet Banda Larga por VDSL2 existe há pouco tempo, por esse fato ainda não se tornou tão popular como o acesso a Internet Banda Larga por ADSL. Mesmo com pouco tempo de existência, o acesso a Internet Banda Larga por VDSL2 já vem sendo utilizado por muitas operadoras em vários lugares do mundo.


    O que é VDSL2?

    VDSL2 foi padronizada em 2005. VDSL2 poderia ser descrita como uma fusão de ADSL2plus e VDSL1, otimizada para aplicações de rede de acesso profundo em fibra, isto é, onde as alças DSL são encurtadas para permitir performance mais alta. A performance máxima para aplicações simétricas é 100Mbps, e para assimétrica, é 150Mbps para o usuário e 50Mbps para a rede.

    Fonte: Ericssom (http://www.ericsson.com/br/technology/artigos/vdsl2.shtml)

    A VDSL2 (Very-High-Bit-Rate Digital Subscriber Line 2, ITU-T G.993.2 Standard) é um padrão tecnológico de acesso que explora a infraestrutura existente dos fios de cobre que foram desenvolvidos originalmente para os serviços de telefonia. Podem ser disponibilizadas através de centrais telefônicas próximas dos clientes ou edifícios.

    Padronizado através da norma ITU-T G.993.2, o VDSL2 é o mais novo e mais avançado padrão para comunicação em banda larga por fio do tipo DSL. Foi projetado para permitir a ampla utilização de serviços triple play como voz, vídeo, dados, televisão de alta definição e jogos de computador interativos. Este padrão permite que as operadoras atualizem a sua infraestrutura DSL de maneira gradual.

    A ITU-T G.993.2 (VDSL2) é um aprimoramento da norma G.993.1 VDSL que permite a transmissão de taxas de dados na forma assimétrica e simétrica (Full-Duplex) até 200 *****/s em pares torcidos usando uma largura de faixa até 30 megahertz.

    Uma linha VDSL2 deteriora-se rapidamente de um máximo teórico de 250 *****/s na “fonte” a 100 *****/s em 0.5 quilômetros e a 50 *****/s em 1 quilômetro, mas degrada-se em uma taxa muito mais lenta do que sua antecessora VDSL. Seu desempenho iniciando de 1.6 quilômetro é igual ao desempenho da ADSL2+.

    Desempenho de ADSL em LR (long reach, ou longo alcance em português): o desempenho em longo alcance em padrão ADSL e é uma das vantagens chaves de VDSL2. Os sistemas ligados a LR-VDSL2 são capazes de suportar velocidades em torno de 1 a 4 *****/s em distancias superiores a 5 quilômetros, aumentando gradualmente a taxa de transferência até 100Mbit/s simétrica quanto maior for a proximidade do ponto de acesso à central. Isto significa que os sistemas de baseados em VDSL2, ao contrário dos sistemas VDSL1, não estão limitados a curtas distâncias ou ao MTU/MDUs somente, mas pode também ser usado para acessos de média distancia.

    Fonte: Wikipédia (http://pt.wikipedia.org/wiki/VDSL2)

    “Chamado de "very-high-bit-rate digital subscriber line 2" (daí VDSL2), o padrão permitirá conexões de até 100 Megabits por segundo tanto para download quanto para upload.”
    Mais em: Banda larga: tecnologia é 10x mais rápida que DSL (http://computerworld.uol.com.br/idgnow/internet/2005/05/27/idgnoticia.2006-03-12.9507161621)

    Para saber mais sobre o VDSL2 acesse os seguintes endereços:

    Em Português:

    Ericssom (http://www.ericsson.com/br/technology/artigos/vdsl2.shtml)

    Wikipédia (http://pt.wikipedia.org/wiki/VDSL2)


    Banda larga: tecnologia é 10x mais rápida que DSL (http://computerworld.uol.com.br/idgnow/internet/2005/05/27/idgnoticia.2006-03-12.9507161621)


    DSL e suas Evoluções (http://www.teleco.com.br/emdebate/joniofoigel01.asp)


    Em Inglês:



    Wikipédia (http://en.wikipedia.org/wiki/Very_High_Speed_Digital_Subscriber_Line_2)

    Migrating to VDSL2 (http://www.convergedigest.com/blueprints/ttp03/bp1.asp?ID=232&ctgy=Loop)




    Após ter feito a leitura acima, vocês já devem ter percebido as vantagens e os benefícios que o VDSL2 tem. Muitos de vocês já devem conhecer o ADSL, e sabem que ele não tem todas as vantagens e benefícios que o VDSL2 trás.



    Minhas sugestões para as operadoras de serviço de acesso a Internet Banda Larga por ADSL.


    Como eu já tinha dito no começo desse artigo. A primeira finalidade desse artigo é dizer o porquê o VDSL2 ainda não é tão popular como o ADSL e falar um pouco mais sobre o VDSL2, e isto já foi feito, é só retorna acima. A segunda finalidade desse artigo é sugerir algumas coisas as operadoras de serviço de acesso a Internet Banda Larga por ADSL:

    No Brasil

    -Velox (Telemar)
    -Speedy (Telefônica)
    -Turbonet MAXX (GVT)
    -Turbo (Brasil Telecom)
    -NetSuper (CTBC), entre outras.

    Em Portugal

    -Sapo ADSL (Portugal Telecom)
    -Clix ADSL (Novis Telecom)
    -Tele2
    -OniNet (OniTelecom)
    -Claranet
    -Cyclopnet
    -NetCabo ADSL (Netcabo), entre outras.


    As coisas que serão sugeridas servem tanto para as operadoras acima, como também servem para qualquer operadora em qualquer lugar do mundo.


    As coisas que eu sugiro as operadoras de serviço de acesso a Internet Banda Larga por ADSL são:

    -Iniciar um processo de migração de tecnologia de acesso a Internet Banda Larga para o VDSL2, essa migração na verdade seria uma mudança onde se passaria a adotar o VDSL2 no lugar do ADSL.


    -Passar a ter downloads e uploads ilimitados (ou seja, sem nenhuma fraquinha (sem limite de tráfego na internet) tanto para downloads e uploads) .

    -Passar a ter tempo ilimitado (sem limite de tempo na internet).

    -Autenticador Gratuito.

    -Aumentar a área de cobertura.

    -E melhorar o atendimento aos clientes.

    -E sempre procurar oferecer serviços (de acesso a Internet Banda Larga) cada vez mais estáveis e sempre com a melhor qualidade.



    Estas são apenas algumas sugestões para as operadoras de serviço de acesso a Internet Banda Larga por ADSL, tem algumas sugestões que só valem para algumas operadoras, e tem também sugestões que valem para todas as operadoras. E espero que elas sejam analisadas e possam ser colocadas em pratica.





    E se você quer saber a real velocidade de downloads e uploads do seu acesso à internet, acesse o velocímetro:


    [​IMG]




    Quem quiser, também pode dar suas sugestões. É só deixar seus comentários abaixo.






    Avise se algum erro for encontrado nesse artigo.


    Fonte: BR Software Livre
     
  2. Sérgio Dias

    Sérgio Dias Power Member

    Adorei o tópico, é uma tecnologia mesmo espectacular...
     
  3. theforbidden1

    theforbidden1 Banido

    á de ser mesmo verdade neste fim do mundo que é Portugal...
     
  4. TioPatinhas

    TioPatinhas Power Member

    bom post, gostei da maneira como apresentas te a VDSL2, nao tnha conhecimento dessa tecnologia e agora fiquei curioso. acerca do teste que tu sugeres da beltronica, acho que e um dos piores testes que conheço. tanto com a tecnologia da cabovisao como da tvcabo e ate da tvtel de velocidades superiores a 20 megas esse teste torna-se realmente inconclusivo. o teste que recomendo a todos os users e o do FCCN http://speedmeter.fccn.pt/ experimentem e depois digam me o que acharam em termos conclusivos. comparem mesmo ate os dois testes. existe tambem varios colegas meus que usam o http://speedtest.net mas quando se seleciona paises longe os testes descem brutalmente.
     
  5. timber

    timber Zwame Advisor

    Após uma leitura pela diagonal do primeiro post parece-me que tal tecnologia não tenha grande futuro.

    Só brilha a distâncias muito curtas da central, à medida que a distância aumenta não apresenta grande diferença face ao ADSL2+ e naturalmente implicaria novos investimentos.

    No entanto como é uma tecnologia que de facto faz boa figura quando próxima da central, pode levar a que seja utilizado devido à guerra comercial das velocidades, isto se entretanto não surgir outra norma mais interessante.
     
  6. TioPatinhas

    TioPatinhas Power Member

    por acaso em casa tenho uma net desgraçada devido a distancia da central e tenho ADSL da sapo. a mais de um ano que pago 25 € por 1 Mega e nao consgio ter mais de 512 kbps e quando nao desce. a razao para a minha desgraçada e que vivo a 1 Km do limite da central do Montijo e a 1 km do limite da central do Pinhal Novo. ja contactei com varias operadoras ADSL e todas me dizem o mesmo e a minha sorte, dai adorar trabalhar em carnaxide :P
     
  7. O'brien

    O'brien Power Member

    Decidi restaurar este tópico pelas mesmas razões do fundador. Porque que é a que PT/MEO não introduziram/utilizam esta tecnologia para substituir o ADSL? Sim, eu sei, "à e tal a fibra (...)", mas o avanço na fibra não é assim tão rápido, e no caso do VDSL, a estrutura já está montada. Nas áreas onde não estão planeadas RNG, podiam substituir o ADSL por VDSL2, eu já nem peço os 200 Mbps que a tecnologia oferece, já me contentava com 24 sempre certos. Digam de vossa justiça.
     
  8. Wildstar

    Wildstar Power Member

    O artigo da Wikipedia (inglês) basicamente diz tudo: "Starting from 1.6 km (0.99 mi) its performance is equal to ADSL2+"

    Sistemas OFDM já estão perto do limite máximo teórico de um canal. A grande diferença das várias variantes de ADSL é no primeiro quilómetro, pois o standard original não usava toda a largura de banda disponível a curtas distâncias. E é preciso entender que números obtidos em laboratório podem ser muito diferentes dos do mundo real: um problema inerente à massificação do ADSL foi que os vários pares geram interferência com os outros o que reduz o débito real mesmo no primeiro quilómetro.

    A isto soma-se o facto de VDSL nunca se ter popularizado no mundo e como tal o equipamento nunca baixou de preço, ao contrário do ADSL2+, cujos chips de modem agora custam uma ninharia.

    E fibra óptica não está sujeita a roubos de cobre.
     
    Última edição: 25 de Maio de 2014
  9. Contravia

    Contravia Power Member

    Se foose esse o problema então a tecnologia nem sequer teria aparecido.
    Na esmagadora maioria dos países europeus tens oferta de VDSL cá no burgo é que as chamadas regras de mercado são um bocado transcendentes e a oferta nem apareceu.

    Agradeçam à PT.

    Alias o ADSL entrou em Portugal tardiamente exactamente porque a PT o impediu até ao limite.
     
  10. O'brien

    O'brien Power Member

    Sim é verdade, mas falei com um técnico/expert de informática e ele disse se o adsl em Portugal fosse "instalado correctamente", isto é com centrais de 2 em 2 quilómetros, que tínhamos mais velocidade/estabilidade (algo do género). Se realmente a instalação das centrais estivesse "correctamente" era mais viável o vdsl2, podendo atingir velocidades comparáveis à fibra.
     
  11. Wildstar

    Wildstar Power Member

    Não esquecer que a PT teria de deixar os concorrentes alugar as suas linhas xDSL. Com FTTH a sua rede é exclusiva. Para as centrais da PT sem dúvida que isto terá sido preponderante.

    Um dos problemas de Portugal é haver muitos "técnicos/experts" de tudo e mais alguma coisa, mas poucos que saibam do que falam. É como treinadores de futebol :-D
     
  12. The Coin Operator

    The Coin Operator Power Member

    Grande desenterranço...
    Mas para responder à tua pergunta, há várias razões para a que a PT não o faça:

    1) A PT não quer investir numa rede à qual não tem acesso exclusivo. Embora a PT tenha adquirido a rede de cobre ao estado, a PT tem a obrigação de fornecer acesso a essa mesma rede a terceiros, o que significa que qualquer investimento nessa mesma rede poderia ser aproveitado por terceiros para fornecer um serviço semelhante, logo, nem pensar em investimentos avultados que estariam a ajudar a concorrência.

    2) O VDSL tem sérias limitações no que toca à distância vs largura de banda, ou seja, só tens velocidades elevadas (50Mb/s aproximadamente), até 1000 metros de cobre, o que significa que o cliente teria que estar "colado" à central para usufruir dessas velocidades elevadas, aqui fica um gráfico elucidativo:
    [​IMG]

    Como podes constatar, a partir dos 1500 metros de cobre o VDSL1 torna-se inútil, e o VDSL 2 oferece velocidades semelhantes ao ADSL2+, logo, só os clientes dos grandes centros urbanos é que beneficiariam desta tecnologia... As localidades que não estão no plano das RNG normalmente são remotas, a densidade populacional é baixa e a dispersão é alta, estando, por conseguinte, longe da central; não beneficiando praticamente nada da instalação desta tecnologia.

    3) Continuando do ponto dois, como o VDSL tem sérias limitações, é muito melhor investir em tecnologias "Future-Proof", ou seja, que permitam um aumento da largura de banda no futuro, e, sem dúvida, que o FTTH é a resposta mais indicada, pois permite altos débitos a longas distâncias.

    Relativamente a localidades remotas, na minha opinião uma boa cobertura 4G seria a indicada (até poderia ser subsidiada), pois a densidade populacional desses aglomerados nunca justificaria a instalação de uma rede de FO.

    Cumprimentos.
     
  13. ecenta

    ecenta Power Member

    O mediaDSLAM da PT Inovação acho que conseguia mais do 1,6 km.
     
  14. sem2006

    sem2006 Power Member

    O VDSL, seja qual for a norma (1 ou 2) não tem o mínimo interesse, por diversas razões: o cobre é caro, os custos de manutenção são bem mais elevados que na fibra, os equipamentos também e os benefícios que se obtém são baixos.

    Nem vale a pena pegar no assunto. O cobre basicamente está "morto"...
     
  15. O'brien

    O'brien Power Member

    Estive a ver todas as vantagens e desvantagens entre ADSL2+ e VDSL2 e realmente, a última tecnologia se tivesse sido implantada era boa para os grandes centros urbanos e para as pessoas que vivem a distância inferiores a 1 km das centrais. Não deixa de ser uma tecnologia interessante em tempos em que o desenvolvimento e expansão da fibra está praticamente a meio gás.
     
  16. ecenta

    ecenta Power Member

    Mas eles podem sempre usar centrais mais pequenas e assim encurtam a last mile até à casa do cliente.

    Só que a PT não quis porque assim teria de partilhar a rede como aqui foi dito.

    A Anacom é que os devia ter obrigado. Se querem meter fibra então metam VDSL nas restantes zonas.
     
  17. Rendeiro

    Rendeiro Power Member

    pois falar é bom, mas quem pagava isso? nós de novo?
     
  18. Contravia

    Contravia Power Member

    Isso não é verdade.
    Os custos são unicamente os de colocar DSLAMs VDSL na central .
    A rede cobre esta ai como sempre esteve não é preciso passar mais cabos nem mais investimentos em infra-estrutura.

    Quanto é que imaginas que foi preciso investir para começar a oferecer serviços fibra?



    Donde é que vem esse grande custo de fornecer VDSL?

    É so ver o que se passa no resto da Europa Alemanha e França incluídos.
    Não me parece que sejam propriamente paises que andem na cauda da inovação tecnológica.

    Cá isso não se desenvolveu porque esta sempre a PT pelo meio a ver se lixa o mercado por completo.
    Como o operador incumbente e detentor da rede fixa de cobre faz o possível e o impossível para afastar a concorrência.

    Essa do cobre esta morto também me faz rir.
    Já começaram a desmantelar a PSTN.
     
  19. O'brien

    O'brien Power Member

    Fico contente que a "restauração do tópico", tenha trazido à "tona" uma boa discussão sobre as formas de aceder à Internet, neste caso o VDSL2, o ADSL2+ e a fibra. Mas penso que não é assim tão simples como mudar o DSLAM nas centrais: penso que os actuais routers que a pt disponibiliza não são compatíveis com o VDSL2, a mudarem o sistema, teriam que substituir os equipamentos que os clientes têm em casa.
     
  20. mr_zener

    mr_zener Power Member

    como ja disse noutros tópicos.... Vantagens da Fibra: Elevado investimento em CAPEX ( custos de construção de infraestrutura), Baixo OPEX (custos operacionais muito baixos)
    Tecnologia xDSL Baixo Capex, elevado Opex.

    os custos de manter o cobre são de longe mais elevados do que manter a fibra
     

Partilhar esta Página