1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Mirrorless como complemento a DSLR

Discussão em 'Recomendações de Equipamento' iniciada por Meje, 2 de Setembro de 2017. (Respostas: 52; Visualizações: 1437)

  1. Meje

    Meje Power Member

    @strobe, eu acho que tens razão em muito do que dizes, mas...

    Eu neste momento não vou investir muito dinheiro em m43, quero a máquina com a lente de kit e eventualmente mais uma lente, não necessáriamente já. Por outro lado para a DSLR tenho 3 lentes que apenas complementaria com um UGA, tenho o clutch e uma slide lite da Peak Design, uma mochila e uma bolsa, etc... Não me estou a ver despachar isso tudo. Gosto muito do feel da máquina e do desempenho. Tem um leque de lentes usadas muito grande, que me permite ter um sistema

    Eu gosto muito de fotografia noturna e paisagem e nisso a D5200 vai ser significativamente melhor. Gosto muito de fotografar a lua e também nisso acredito que não vou ter melhores prestações com a EM10. Tudo o que seja mais planeado e experimental (com tripé e tempo exclusivamente dedicado à fotografia), agarro na mochila e levo a tralha toda.

    A EM10 esteve para ser uma g7x ou g9x... Se estivesse a apontar para uma primeira máquina, iria para uma gama acima. Se despachar a D5200, neste fase penso que ou será para ir buscar uma D7XX ou uma FF.

    Mas, nunca digas nunca...

    Complementar com Fuji não acho que faça sentido, pelo que excluí logo essa possibilidade, porque nesse caso seria mesmo para substituir...
     
  2. MylleZ

    MylleZ Power Member

    Vais entender, a longo prazo, o que o Strobe quer dizer :)
    Eu calhei nas mirrorless por "engano" até.
    Decidi comprar uma E-M5, primeira geração, para a minha esposa. A partir daí foi o que foi...

    Neste momento tenho MFT e FF e é "perfeito" - pelo menos estagnei (até ao Natal) e já não tenho andado sempre a trocar de material.
    MFT e APS-C é quase a mesma coisa. A E-M10 não sei, mas as mais recentes (PEN-F, EM-1 MK II, etc.) já se comportam como uma APS-C dessas (D5300, D7200).
    São robustas, rápidas e com um sensor muito bom.

    Mas nada como experimentar :D
    Compra uma 45mm 1.8 e diverte-te com uns retratos.
    Compra uma 17mm 1.8 e rapidamente começas a ir deixando a D5200 em casa :P
    Compra uma 75mm 1.8 (se tiveres uso para ela) e vendes tudo para investir em MFT :D
     
  3. strobe

    strobe Moderador
    Staff Member

    Suponho que queres dizer D7xxx. Mas ai tens o mesmo problema de sobreposição.

    Mudar para FF faz mais sentido, mas implica mudar o teu equipamento todo na mesma. Só a 70-300 se iria aproveitar, mas também não é o tipo de lente que prenda ninguém a um sistema, pelo que tanto podes mudar para Nikon como para outra marca qualquer.

    Em todo caso, a não ser para tirar fotos à Via Láctea, uma m43 não te limita em nada em fotografia noturna (talvez o EFV não tenha ganho suficiente no escuro).


    Lá está, a distância entre FF e m43 é maior e todos os sistemas FF estão melhor servidos de vidro que os APS-C (tirando Fuji).


    Ou até pegares numa D850 :004:
     
  4. Lyp

    Lyp Power Member

    Eu deixei de opinar porque penso exatamente o mesmo que o @strobe.

    Inicialmente pensei que querias gastar até 600€, e ter algo mais portatil, só. Dizes que o sistema principal será sempre a DSLR.

    Quando referiste que tencionavas comprar mais 2/3 lentes além da de kit no sistema M4/3, PARA MIM também deixa de fazer sentido. Vais garantidamente começar a deixar a DSLR em casa. Eu já noto isso com a LX100.

    Por isso é que acho uma compacta avançada mais indicada, mas as preferências de cada um são o que são.
     
  5. MylleZ

    MylleZ Power Member

    Exacto strobe :)
    A D850 está entalada. Já sei que quando pegar nela vou ficar maluco (quando testar uma, vá - ainda que dentro da loja, como já é habitual).

    Mas é só para o Natal.
    Quero esperar para ver se a máquina vem em condições.

    Cumps
     
  6. Meje

    Meje Power Member

    Talvez eu ainda seja demasiado céptico relativamente ao sistema m43 e venha a surpreender-me. De qualquer forma, nesta fase quero uma máquina com qualidade mais compacta e não me quero comprometer com um equipamento "estanque", ou seja, que tenha lente fixa e me tire a possível versatilidade que venha a querer do equipamento. Tendo uma APS-C, excluí a Fuji, porque é um ecossistema caro e que estaria no mesmo (ou superior) patamar de performance. Parece-me o passo mais acertado ir para m43. Quanto à Nikon, o tempo o dirá!

    Sim, queria dizer D7XXX. Uma D7100 ou D7200 envergonha certamente uma EM10 II e tendo eu lentes DX e sendo um ecossitema barato e cada vez com melhores negócios a aparecer devido à migração para mirrorless, não me parece uma opção assim tão estranha.
     
  7. MylleZ

    MylleZ Power Member

    A questão é mesmo essa.
    Uma D7200 não envergonha as recentes MFT :)

    É melhor em muitos aspectos, sim, mas é pior noutros tantos.
    É tudo uma questão de compromisso.

    Falando por mim, sem ser em macro e AF em condições mais "fuscas", a D7200 em nada ganhava às MFTs que tinha na altura (E-M5 e Panasonic GX8). Neste momento tenho uma PEN-F que é superior às MFT que referi acima. Continua a não ser tão boa a focar em low light, e continua a não debitar aquele detalhe que eu "preciso" para macro.
    Mas, em tudo o resto, é uma máquina superior.

    Em relação ao FF, isso já é outra história.
    A diferença entre APS-C e FF é bem maior do que de MFT para APS-C.

    Mas testa e com o tempo talvez vejas isso.

    Cumps
     
  8. MylleZ

    MylleZ Power Member

  9. Meje

    Meje Power Member

    Full Frame vai ter sempre o problema do preço do vidro (para além da máquina). DSLR APS-C é a forma mais barata de ter um bom sistema... Eu acompanhei muitos desses testes, mas como referi, os wide(r) angles e o desempenho com pouca luz Fazem-me crer que vou continuar com APS-C.

    Agradeço a discussão e partilha de experiência. Não percebi se tirando a questão do material APS-C concordam na minha opção, ou se acham que devia ir para algo do tipo que o @Lyp foi?
     
    Última edição: 13 de Setembro de 2017
  10. Lyp

    Lyp Power Member

    Isso és tu que tens que decidir. Nunca testei um sistema M4/3, mas pelo que vejo é um sistema muito bom, capaz de rivalizar com as nossas Nikon´s. Há vantagens e desvantagens de um e outro sistema, algumas eu já referi, outras, e até com mais conhecimento de causa, o Emanuel já enumerou.

    O certo é que basta ver o trabalho maravilhoso que por exemplo o Miguel Lemos fez e faz, e no passado com uma EM-5... O que o Emanuel vai partilhando, assim como os testes que fez, mostra também que são máquinas excelentes.

    Agora, tem que ser com as lentes certas, e isso custa quanto? Sem falar nas Primes, para teres uma coisa equivalente à tua D5200 + 17-50, tens que ter um corpo, mais uma 12-40 f2.8 Pro. Quanto custa esse combo? Sem nunca ter testado, creio que terás qualidade idêntica, mas menos desfoque... E depois, ainda queres comprar primes... E vais ver que vais encostar a DSLR... Não me parece que ter 2 sistemas paralelos seja uma boa opção.

    Mas percebo a tua ideia... Não me tivesse passado pela cabeça o mesmo há uns tempos atrás... Há curiosidade com as pequenas M4/3, e parece-me que acreditas que possas converter-te às mirrorless, comprando um corpo, e se gostares, ires comprando lentes... Mesmo querendo assumir que a DSLR será o sistema principal...

    A carteira é tua, e não vejo mal nenhum em gastares o teu dinheiro :winknu: Acho é que o questionário está mal preenchido, porque dizes que querias uma máquina pequena para complementar o sistema principal (DSLR) até 600€ (o que seria uma compacta avançada ou uma Olympus de entrada com a fraca lente de kit pancake), e vais acabar é por trocar de sistema :Winkani:

    Creio que a lente que mais usas é a 17-50, certo? Não te parece que uma compacta avançada cobriria a maior parte dos casos em saídas sem pensar em fotografia mais programada? Esse é mais ou menos (generalizando) o range de uma compacta avançada. Foi nisso que pensei.

    Mas parece-me que queres muito experimentar o sistema M4/3, e não vejo mal nenhum nisso. Não vais é gastar 600€.

    Quanto à LX100, estou super contente com ela. Máquina muito jeitosa, mesmo. Qualidade maravilha, Tem funções que envergonham as nossas DSLR... Algumas vantagens como lhe meter um ND10 à frente com prioridade à abertura e ela calcular o tempo direitinho (além de me mostrar no EVF e LCD a exposição como ficará a foto), focus peaking, entre outras coisas, que de certeza eu ainda nem experimentei. Um ecrã articulado dava mesmo jeito para longas, mas lá está, tenho feito longas com a LX100 (também para testar), quando a ideia seria fazer com a D5300...

    Por outro lado, a D5300 tem um AF mais preciso (noto que falho mais com a LX100), mais gama dinâmica (noto bem nas altas luzes, a LX100 fica "à rasca" mais cedo) apesar de se ir buscar muita informação ao Raw da LX100, sinto mais confiança na D5300 para fazer algo mais "sério".

    O certo é que desde que comprei a LX100, peguei na D5300 2 vezes. Claro que também há o efeito "teste", que também pesa, mas sem dúvida que, para mim, foi uma escolha que considero acertada. Se tivesse ido para uma EM-10 + lente kit, tenho a certeza que já tinha comprado uma 25 ou 45mm para retratos. Assim, com a LX100, faço tudo. Não tenho o desfoque para retrato que consigo com a 50mm/1.8 na Nikon, mas num passeio, se quiser fazer um retrato, a LX100 já permite uma boa separação... Numa EM-10 + lente kit, o resultado será concerteza bem pior. Se quiser "partir a loiça", a Nikon está aqui, à espera que lhe aperte o obturador.

    Para mim foi o melhor compromisso.

    E pronto. Pega lá mais um testamento para te entreteres ;)
     
    Última edição: 13 de Setembro de 2017
  11. Meje

    Meje Power Member

    Estás a pressupor que vou gastar dinheiro em lentes caras em m43, tornando a minha Nikon obsoleta.

    De todo não é minha intenção investir dinheiro em vidro para ter um excelente desempenho na m43, pelo menos nesta fase. Com boa luz, até o iphone 6s plus da minha mulher se safa perfeitamente. Uma EM10 II com "vidro de kit" também se vai safar. Obviamente que se estou a optar por uma máquina com lentes intermutáveis, é porque em alguma fase penso comprar mais lentes, o que não deverá acontecer nos próximos tempo (um ano), com exceção de uma lente mais luminosa, provavelmente uma prime nos 50mm, ou uma mais wide. Se me sair o euromilhões ou similar, é claro que tudo muda de figura, mas atualmente as prioridades são outras. Se fosse substituit a Nikon, ia para uma EM5 ou até para uma Pen F.

    A ideia de ir para uma EM10 II e não para uma máquina que traga mais qualidade pelo preço (por exemplo LX100), é não querer fazer um investimento ao qual não poderei dar continuídade mais tarde. Eu gosto de me ir munindo de acessórios para os equipamentos e poder trocar um dia de corpo e manter as lentes, é algo que me agrada. Tenho melhores perpectivas de poder fazer isso com uma EM10 II do que com a minha Nikon e por isso sim, é provável que das duas máquinas, se alguma sair, será a Nikon, mas não me parece que isso venha a acontecer em breve. Eu tiro muitas fotos de familia e essas querem-se bonitas, mas não vão ser as minhas melhores fotos. Para ir fotografar coisas a sério, penso levar a Nikon. Por isso para já a EM10 II com a 14-42 EZ vai servir para o gasto. Não irei trocar esta lente por uma de 400 € ou 500 € que não seja F2.8 ou melhor. As F2.8 zoom são caras, por isso questão arrumada.

    Começar a investir num ecossistema que é recente e que por isso deverá estar para ficar com muito investimento das marcas no futuro, agrada-me, mais do que investir num equipamento que é estanque (essa opção é perfeitamente válida e chegou a ser aquela que eu achava que queria). Se me falares friamente em investimento monetário, efetivamente vou pagar mais para ter menos. Mas quando quiser trocar a máquina, se tiver investido 500 ou 600 € em lentes, já só preciso de comprar um corpo. Vou ter uma máquina claramente inferior em qualidade do que com a D5200. Porque não vou investir em vidro, porque não vou investir numa máquina superior, etc... Para tirar fotos "giras" à minha filha, vai continuar a ser com a 35mm f1.8 e com a 17-50 f2.8. Em todos os outros momentos em que normalmente não levo máquina ou que vou andar "à turista" vou levar a EM10 II com a lente de kit (pancake) e vou ter fotos, possivelmente, tão boas como com a g7x/g9x que andava a pensar comprar.

    Nesta fase vou gastar até aos 600 €. Se não encontrar um bom negócio até lá, já percebi que a minha mulher me vai oferecer a máquina no Natal (ela adora o look das EM10 e EM5). Tendo em conta que já arranjo "como nova" na Amazon com a lente 14-42 EZ e um ano de garantia por 517 €, é possivel que nos próximos meses consiga algo a rondar os 450€, 475€. No espaço de um ano, acredito que possa vir a gastar mais uns 300 € numa prime.

    No futuro continuarei a investir em material fotográfico, logo veremos em que sistema.
     
  12. strobe

    strobe Moderador
    Staff Member

    Já toda a gente percebeu qual a tua intenção atual. O meu alerta (e o de outros) foi no sentido de te fazer perceber que, quando finalmente tiveres a m43 na mão, é bem provável que mudes de planos. É algo que já aconteceu com muitas outras pessoas na tua mesma situação.

    E repara que a minha intenção não é demover-te do teu plano. É que em último caso mudar de Nikon APS-C para m43 neste momento não é erro nenhum. Foi por isso que o meu primeiro post foi "prevejo que aconteça isto por esta razão" e não "não te metas nisso!".

    Frases como "para fotografar coisas a sério, penso levar a Nikon" e "vou levar a EM10 II com a lente de kit (pancake) e vou ter fotos, possivelmente, tão boas como com a g7x/g9x" levam-me a crer que continuas a sub-estimar o sistema m43 apesar de toda a informação em contrário. Espero que quando finalmente tenhas experiência em primeira mão com uma m43 partilhes a tua experiência de forma honesta e sem estar agarrado a ideias preconcebidas.
     
  13. Shadow_

    Shadow_ Power Member

    @Meje comprei m43 para minha mulher fotografar a bebé. Foi uma EM5 + 12-50(Excelente lente). Claro que eu também experimentei e adorei o sistema e:

    Moral da história, tinha uma canon 70D com excelentes lentes L (17-40 + 70-200 + 24-105 + outras) e outras lentes como a 50mm 1.8 + Sigma 17-50 2.8. Em 3 meses já não tinha quase nada Canon e um Set excelente de lentes para Olympus (EM5 + EM5 II + EM1 + 17mm 1.8 + 25mm 1.4 + 12-40 2.8 + 40-150 2.8 + 45mm 1.8 + 60mm 2.8 e acho que tive mais 1 ou 2). Não me custou nada mudar pois o Sistema m43 é extremamente completo, competente e com uma excelente relação preço/qualidade.

    Experimentares vai ser perigoso. Eu dei por mim a mudar pois encontrei "a mesma" qualidade(para o uso que dava) com uma relação preço/peso muito melhor.

    Actualmente quase não tenho nada m43 pois uso essencialmente FF sony. A diferença entre APCS e M43 é minima mas o mesmo não acontece para FF. Mas já dei comigo a pensar que se não fosse precisar de FF para pequenos trabalhos o M43 seria suficiente. As minhas últimas férias foram feitas com a EM1 e não me arrependo em nada. Também levei a Sony a7 II mas quase não saiu de casa devido ao peso das lentes.

    Isto tudo para te dizer que é preciso teres a mente aberta com esta mudança. Vais encontrar muita qualidade no sistema. E so fores como eu ficas fã de Mirrorless.
     
  14. MylleZ

    MylleZ Power Member

    Exactamente como eu :D
    Neste momento não trocava a minha PEN-F por nenhuma APS-C.
    Vais ver quando andares com a Olympus num saco e pensares que ele vai vazio :P
    Mesmo quando levo a PEN-F + 2 baterias + 3 lentes, parece tudo tão leve ao ombro...

    (estava habituado, e ainda estou, ao peso monstro de uma DSLR com lentes pesadas - a D7200 + 18-35mm 1.8 pesava mais do que tudo que tenho em MFT junto :P).
    Para quase tudo, este sistema é mais do que suficiente.

    Cumps
     
  15. Shadow_

    Shadow_ Power Member

    O @MylleZ com a PEN F e eu com a EM5 II.

    Um set de lentes com a 17mm 1.8 + 45mm 1.8 e depois uma mais wide ou outra mais tele conforme os gostos/necessidades. Ficas com um pack económico(comparado com algumas lentes idênticas para FF de qualidade) e quase sem peso na mala e sem compromisso de qualidade.
     
  16. Lyp

    Lyp Power Member

    @Meje, eu não estou a partir de pressupostos nenhuns. Estou apenas a guiar-me pelo que foste dizendo ao longo do tópico, onde referes que mais para a frente vais comprar 2 ou 3 lentes... E indo por esse caminho, acho que a tua intenção inicial de ter uma máquina para complementar a D5200 cai por terra. Se fosse para isso, a minha opinião é que uma compacta avançada fazia mais sentido.

    Optando por enriquecer o sistema M4/3, o que deixa de fazer sentido é o sistema Nikon. É isso que toda a gente está a querer dizer.
     
  17. Meje

    Meje Power Member

    Estas a falar de um investimento maior do que aquele que fiz em 2 anos na minha primeira DSLR. Tenho 600 € em lentes (17-50 e 70-300) e fiz quase troca direta da minha lente de kit pela 35mm. A menos que decidisse vender tudo para reenvistir em m43 o "combo" que falas não é viável.

    O meu percurso na fotografia tem 2 anos. Não tenho intenção, num futuro próximo, de vender o material todo Nikon, por isso tb n vou poder fazer grande investimento no m43, por isso não vou ter essa qualidade toda nas mãos, começando pela máquina e acabando nas lentes.

    Todos os argumentos de que vou encostar a DSLR assentam na aquisição de lentes caras para m43, algo para o qual não tenhos disponibilidade financeira atualmente.

    Compro primes boas por 200 € para m43 como compro a 35mm f1.8 para a DSLR Nikon? Compro alguma coisa próximo da Sigma 17-50 2.8 por 320€? Não dá para comparar a relação preço/desempenho... Quando há € disponível, acredito que um bom equipamento m43 encoste uma Nikon D5200, mas não havendo acho mesmo que manterei os 2. O futuro o dirá.

    Mais uma vez obrigado pelos vossos pontos de vista.
     
  18. MylleZ

    MylleZ Power Member

    Sinceramente, não havendo €, acho que então era mesmo melhor ir para uma point and shoot.

    Porque é overkill comprar uma E-M10 MK II para usar como point and shoot (ainda menos luminosa do que as "normais").

    Pelo menos compra a E-M10 com uma prime luminosa e versátil.
    Uma 25mm 1.8 ou mesmo a 17mm 1.8 (em kit fica muito mais em conta).

    Quanto às lentes - apenas a equivalente à Sigma 17-50mm 2.8 é que não arranjas a preço da chuva.
    De resto, o que não faltam são lentes boas e baratas para MFT (inclusive primes).
    A 45mm 1.8 é um bom exemplo.
     
  19. strobe

    strobe Moderador
    Staff Member

    Se o orçamento para fotografia é apertado, não me parece que seja sustentável "manter dois sistemas". Ficas com dois sistemas medianos pelo dobro do preço. E isto tudo só para ganhar "alguma portabilidade" no sistema B e "alguma qualidade" no sistema A.

    Mas não digo mais nada. Daqui a um ano ou dois falamos ;)
     
  20. MylleZ

    MylleZ Power Member

    Não é preciso tanto tempo :)
    Eu só precisei de uma e-m5 usada + duas primes (25 e 42.5mm 1.7 - mas neste momento, para Olympus, a 45mm 1.8 é melhor, por ser mais económica).
    Mas pronto, eu sou um bocado "precoce" nestas andanças :D
     

Partilhar esta Página