Discussão Evolução (ou não) dos ISPs em Portugal.

Spam

Power Member
E os serviços mantiveram-se. Eu tenho o tarifário de 4000min/sms + 7gb há quase 6 anos na MEO, e a única diferença foi sempre o preço a subir. Este vai ser o último contrato, não volto a renovar pois mudei de residência e mal tenho rede. Curioso que mudei de uma vila para uma cidade, e a rede piorou...
Pois isso depende das operadoras e de várias situações, mas falando-te só em casos que conheço bem:

-Vodafone, tarifário NET Fixa 4G sem limites de tráfego, passou a ter 100GB de limite.
-Vodafone, tarifário base NET+TV+VOZ sem BOX que tinhas 100/100mbps passou a custar mais 1€ e com 30/30mbps.

-NOS, Trafic shapping cada vez mais agressivo, chegando ao ponto de até a fazer download de drivers começam a cortar a velocidade.

-MEO, aumentos dos preços muito acima da inflação, mesmo durante o período de fidelização.

Já não falo nos aumentos anuais dos tarifários, mesmo quando a inflação é zero ou perto disso..
 

Nogueira03

Power Member
É só rezar que venham novos players com melhores preços e serviços 🙏
Mesmo que ofereçam apenas serviço móvel, já será possível adquirir um 3p das atuais e os móveis depois é com as novas..
 

Nogueira03

Power Member

RRJoao

Power Member
Não ficou claro se as operadoras de telecomunicações também têm de disponibilizar... E só é aplicado a partir de 1 de novembro.
Eu percebo o que tu estás a dizer, mas as telecomunicações são para efeitos legais consideradas um "serviço público essencial" mesmo que sejam prestadas por privados.

Vem desta lei, que é a que define o que é um serviço público essencial
https://dre.pt/web/guest/legislacao...536777/202106180255/73735096/diplomaExpandido
 

Spiderman

I folded Myself

Preço dos dados móveis em Portugal e tempo de fidelizações é superior à média europeia


Enquanto um tarifário com 10 GB de dados para maiores de 25 anos custa, por mês, entre 24,99 euros (Vodafone You, com 500 minutos) e 34,90 euros (Vodafone Red 10 GB), nos outros países, existem tarifários a menos de 10 euros mensais com melhores características.

Chamadas e SMS ilimitadas são frequentes, assim como os plafonds de dados móveis acima dos 10 GB (ou ilimitados). Por uma mensalidade semelhante à que os portugueses pagam para acederem a 10 GB de dados (24,99 euros), os ingleses têm direito a um tarifário móvel ilimitado.

Por 4,99 euros, ou seja, um quinto do preço do que é praticado em Portugal por 10 GB, os franceses beneficiam do dobro de dados na Bouygues Telecom (20 GB) e por oito euros, ou seja, um terço do preço, o tarifário italiano do operador Postemobile inclui dez vezes mais dados (100 GB).

Provavelmente todos os meses sai uma noticia do género, no entanto esta situação por cá é absurda. E não há muita forma de fugir ao "esquema" já montado pelo trio de operadores nacionais.
 

Nogueira03

Power Member
Provavelmente todos os meses sai uma noticia do género, no entanto esta situação por cá é absurda. E não há muita forma de fugir ao "esquema" já montado pelo trio de operadores nacionais.
É para os portugueses terem noção do quanto vergonhoso e ridículo é o nosso mercado em relação aos outros países.
Há forma de fugir e Anacom está tão interessada em novos entrantes por isso mesmo. Não custa tentar.
 

Spam

Power Member
O grande problema que origina não existir concorrência a sério, em Portugal é a forma como as coisas são feitas.

Electricidade: EDP Distribuição "vende" a energia aos comercializadores que revendem ao cliente final, logo Endesa, Goldenergy, etc, não têm muito espaço de manobra e dificilmente conseguem fazer uma verdadeira concorrência.

Telecomunicação: Três operadores controlam o mercado e as redes, dificilmente um novo operador consegue entrar no mercado e fazer concorrência pagando o aluguer das "linhas" a um operador já instalado.

Serviços "essenciais" e que fazem a economia de um País crescer, têm que ser muito bem regulados ou o estado ter uma empresa responsável pela "infraestrutura" e alugar as linhas aos fornecedores.

Temos o exemplo do que NÂO se deve fazer com a entrega do TDT ao MEO....

Temos o exemplo da "liberalização" do mercado dos combustíveis, em que a diferença do preço para os nossos vizinhos Espanhóis é cada vez maior.

Como é que podemos ter empresas competitivas a nível Europeu, Mundial, ou mesmo no mercado Ibérico, com os combustíveis mais caros, electricidade mais cara e telecomunicações mais caras?... Já não falando nas portagens, IUC, ordenados, etc...
 
Última edição:

omega

Power Member
porque neste país o objectivo é manter a população acorrentada a um nível de vida baixo, assim, nunca podes almejar o desenvolvimento, o conhecimento e a capacidade de reivindicar por direitos e melhoria de vida.

Manter o povo "burro" ajuda a que quem está nas elites, por lá se mantenha com mais segurança.

Temos o exemplo da educação, em que à 15 a 20 anos atrás era mais barato um aluno estudar no ensino superior.
Neste momento, volta a ser praticamente impossível para uma família da classe média baixa, poder ter o seu filho fora de casa numa cidade universitária a estudar, então se tiver dois, é impossível de todo.

Tudo isto se traduz em imensas rendas mensais que arruinam logo quase a partida o orçamento mensal das pessoas, electricidade, agua, gás telecomunicações e alimentação, acabam por absorver quase a totalidade do rendimento das pessoas, sobrando uma ínfima parte, para algo que as pessoas desejam.

Posso aqui dizer, sem problema nenhum, que à 15 anos atrás, vivia com menos de metade do que vivo agora e não quer isso dizer que passei a viver duas vezes melhor
 
Topo