1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.

Discussão Politica de Utilização Responsável

Discussão em 'ISPs' iniciada por thyaguster, 24 de Março de 2009. (Respostas: 1467; Visualizações: 217654)

  1. PWP

    PWP Power Member

  2. mr_zener

    mr_zener Power Member

    Em parte, até percebo as operadoras.... a pua existe porque o português nunca se soube controlar em nada. Particularmente na net o portugues sempre entendeu que devia fazer backup da net para o seu pc.
    No entanto e tal como falado esta prática já foi condenada pela anacom.
     
  3. Atenção aos "Tráficos ilimitados" com os Moches e Yorns. Estes adoptam pedidas de utilização responsável nos termos de responsabilidade, a única que não o faz é a WTF (NOS).

    "E se, com as palavras “aplicações sem gastar dados”, parece não existir limite, não é isso que acontece. A Moche e a Yorn impõem “políticas de utilização responsáveis” que ditam o limite de tráfego que pode ser consumido nestas aplicações. No primeiro caso o limite é de 15 gigabytes, enquanto na Yorn é de 10 gigabytes. A WTF é a única que não declara quaisquer limites e, segundo Sofia Costa, “não temos queixas de pessoas a quem tenha sido cobrado mais”."

    Fonte: https://eco.pt/2017/09/13/na-guerra-dos-tarifarios-para-jovens-e-o-plafond-de-dados-que-ganha/
     
  4. Katzu

    Katzu Power Member

    Ainda sobre este topico compreendo as limitacoes, ate porque li alguns posts que falavam em 1TB/2TB/10TB de consumo de trafego mensal, e acho que isso em si, se nao for por motivos de forca maior e falta de civismo. No entanto tambem nao concordo que os servicos sejam publicitados como ilimitados quando nao o sao. Idealmente era colocarem um limite alto como 500 gb. As operadoras que colocassem ilimitado e nao o cumprissem deviam ser multadas e obrigadas a ressarcir o cliente.
     
  5. tigerpunk

    tigerpunk Power Member

    Com os serviços de streaming a generalizarem-se consumos assim tão altos já não são tão incomuns...
    Basta ver filmes e séries no netflix, sacar uns jogos e ter uma tab aberta com uma mix do youtube para ouvir enquanto se trabalha e as pessoas nem se apercebem do quanto tráfego estão a gerar...
     
  6. jotinha69

    jotinha69 Power Member

    Não sei quanto será o consumo de 1 hora de streaming 4K
    Mas nunca menos que 10 gb penso eu !

    Isto 2horas dia 31 dias mês 620 gb só para isso ...
     
  7. Tecno Nerd

    Tecno Nerd Power Member

    1 hora de Netflix 4k = 7GB / hora - ligação de recomenda 25Mbps;
    1 BLU RAY 4K (remux) ~50GB - 60GB (média);
    1 Jogo digital AAA 40GB, 50GB, 60GB (dependendo da produção + DLCs, patches);

    Online gaming, clouding, redes sociais, outros Serviços de stream (tendência é a proliferação), depois aumento da velocidade de débito (sim porque é contraproducente achar que um cliente de 200Mbps vai gastar o mesmo de quando tinha 30Mbps, há 10 anos. Tem muito mais largura de banda e muito mais sítios onde gastá-la...

    E na minha opinião, 30Mbps estáveis deviam ser o mínimo dos mínimos. O básico dos básicos.
     
    Última edição: 7 de Novembro de 2018
  8. Tomekk

    Tomekk Power Member

    Com H265 e transmissão a 4k os bitrates andam na casa dos 13-16mbps só de video, ainda falta adicionarmos audio + subs.

    Dado que os utilizadores e os dispositivos usam a internet para coisas que vão para a transmissão do próprio vídeo, mais o facto se falarmos de transmissão OTT os requisitos facilmente exigem uma ligação de 25mbps. Possivelmente aguentam se com 18mbps de streaming estáveis sem grandes oscilações de perfil de bit-rate. Penso que será a média total de utilização de dados para um utilizador que estará maioritariamente apenas a visualizar o vídeo e algumas aplicações no background.

    Se formos de falar de 4K com encoding menos pesado (H264), os requisitos de largura de banda são ainda superiores. Por isso 1H de conteúdo 4K devemos gastar algo como 8GB dados. Mas dependendo do birate do vídeo e se não houver mais gastos de dados para além do conteúdo, poderemos estar a falar de uma oscilação entre os 6-8GB por hora.

    Se tiveres 3x dispositivos OTT a ver conteúdos 4K, com uma media de 2h por dia em cada dispositivo só aí tens 2TB por mês. Se fizeres downloads de aplicações e conteúdos de entretenimento a fasquia ainda sobe mais ao final do mês.

    Basicamente é fácil de perceber que gastar dados é muito fácil hoje em dia.

    Claro que em termos de 4K nem as ligações móveis, maior parte das operadoras andam no limite de oferecer qualidade de serviço quando ligadas a torres 4G. A média por dispositivo deve andar na casa dos 20-35mbps ( quando não é menos ), se bem que com Vodafone tenho tido mais sorte e consigo conectar-me em muitos sítios com +50-60mbps. Mas creio que este último ponto se deve também muito ao nível de clientes ligados as torres móveis ser menor comparado com MEO.

    Acho no que respeita a PUR o melhor é reportar ao operador que a tua utilização é de facto regular, se calhar não igual ao que eles consideram a média, mas que é legitima. E que se eles não conseguem garantir o serviço ao cliente e os demais ligados na mesma zona devido à nossa utilização o melhor é mesmo propor uma rescisão por mutuo acordo ou propor outro tipo de solução. Acho que isso seria a melhor atitude que uma operadora poderia ter com todos os clientes. E caso a PUR tivesse sido aplicada por mecanismos automáticos a mesma poderia ser removida de forma permanente após abertura de um caso e posterior análise técnica por parte do operador.

    Infelizmente as coisas nem sempre são assim e funciona tudo muito por mecanismos automáticos. Existe pouca consideração em perder horas humanas a analisar os casos do ponto vista contratual e também do ponto de vista técnico. Em última instância provedor e arranjar um mediador de arbitragem?