1. Este site usa cookies. Ao continuar a usar este site está a concordar com o nosso uso de cookies. Saber Mais.
  2. COVID-19 Mantenham-se seguros: Pratiquem distanciamento físico de 2 metros. Lavem as mãos. Usem máscara.
    Informação sobre COVID-19. Ajuda a combater o COVID-19 com o [email protected] e com o [email protected].
    Remover anúncio

14/09/2020 Nvidia compra ARM por 40 mil milhões

Discussão em 'Hardware - Novidades e Notícias' iniciada por Dark Kaeser, 18 de Julho de 2016. (Respostas: 133; Visualizações: 8632)

  1. Rafx

    Rafx Power Member

    Acho que quem vai sair pior somos nós, consumidores.
    A promessa é o licenciamento continuar igual, mas isso é a promessa teórica.

    A Nvidia vai acabar a concorrer com cpu's ARM próprios no segmento de servidores e PC's.
    Essa é a ambição da NVIDIA, concorrer de frente com Intel e AMD em todos os campos e, não conseguindo direito ao x86, arranjou a melhor alternativa para cpu's.

    Mesmo que não entrasse no mobile, o que é difícil acreditar que não suceda a médio/longo prazo, a concorrência não vai querer concorrer com quem dita as regras de evolução da arquitectura.
     
  2. timber

    timber Zwame Advisor

    A MS alguma vez vai desenvolver o Windows a todo o vapor para um monofabricante? Já chega a intel.

    A única hipótese de sucesso da nVidia para ter uma solução para PCs é conseguir fazer do ARM a arquitectura franca do Windows e isso envolve deixar a ARM a fazer o trabalho deles. Não têm a vantagem histórica da intel e do x86.

    Aliás a nVidia não precisava disto para nada para concorrer, tal como a Apple eles dispõem de uma licença perpétua architecture da ARM, se ainda não tem uma oferta vencedora foi porque ou não conseguem ou ainda não se esforçaram. A AMD também tem uma licença destas, só falta a intel :hehehmn:.
     
  3. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Mas é exactamente essa a questão não é?
    Do comunicado da NVIDIA.

    Parece uma oportunidade demasiado boa para deixar passar. ;)
     
  4. erdnagama

    erdnagama Power Member

    Absolutamente. A Nvidia só não "faz" o seu SOC para concorrer se não quiser/puder.

    Não percebi ainda é a jogada. É para manter no portefólio da empresa e deixar estar ou absorver?
    É que não me parece que nenhum orgão regulador vai permitir que desenvolvam a arquitectura, sujeita a licenciamento, e ao mesmo tempo que andem a produzir chips e a vender em mercado aberto.
     
  5. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Acho que é cedo para se falar de outra mudança de ISA por parte da Apple. No entanto, existem 3 pontos que podem fazer ou indicar a mudança de ISA num futuro a longo prazo, por parte da Apple:
    • Se não estou em erro, no anuncio da actual mudança de ISA, a Apple nunca se referiu a "ARM". Referiu sempre "Apple Silicon".
    • A Apple, a nível de software, tem bastante "simpatia" por software licenciado com licenças BSD e se não estou em erro, Risc-V é licenciado numa mistura de BSD e Creative Commons.
    • A Apple tem tomado acções que tornam mais fácil a mudança de ISA, nos processadores que usam. Store, Bitcode em particular e uso de llvm no geral, Binary translation via Rosetta, criação de uma Framwork para virtualização (neste ponto ajudará a que possam ser usados e desenvolvidos outros Sistemas Operativos com o mesmo ISA).
    Mas se um dia a Apple voltar a mudar de ISA, eu não estou certo que seja para Risc-V. Não me admiraria que fosse para um Custom ISA próprio.

    Em relação a se esta compra da nVidia foi boa ou não, acho que depende da reacção dos fabricantes que usam ARM. Já se terá uma indicação durante a aprovação ou não do negócio por parte dos reguladores. Vamos ver que empresas se irão opor e como se vão opor ao negócio.
    Também depende da evolução de Risc-V. Talvez este negócio vá dar ainda um maior impulso a Risc-V ou até mesmo o OpenPOWER, este ultimo noutros segmentos.

    Mais ou menos. Nessa licença, para o processador ser ARM, tem que ser compatível com uma versão do ISA ARM e quem irá definir as próximas versões será a nVidia. A Apple, tal como já fez com software que migrou para a licença GPL v3, pode simplesmente não adaptar novas versões do ISA e ficar "parada" numa das versões actuais.

    Para complementar o post anterior de resposta ao @nfilg , acho que também depende muito se a Apple tem uma licença ARM perpétua ou não. Actualmente, acho que a ARM não vende esse tipo de licenças, mas poderá vir do passado.
    É que se a licença não for perpétua, eles vão ter que renegociar a renovação com a nVidia.

    O mesmo se aplica a outras empresas, como a Intel, a AMD (se ainda tiver uma licença ARM), Qualcomm, Samsung, and so on.....

    A nVidia disse que no mercado HPC irão continuar a suportar x86 e POWER e em relação a x86, não estou mesmo a ver que esse suporte desapareça a curto e médio prazo.
    Agora, é capaz de fazer sentido, num dos próximos DGX, o CPU ser ARM e outros incentivos à junção CPU ARM/GPU nVidia, no mercado HPC.

    Esta jogada não é um ataque frontal a x86. Vejo mais ser um ataque pelos flancos. :D....... Isto se houver mesmo um ataque ao mercado ocupado por x86, directamente com Processadores ARM, feitos pela própria nVidia. :)
    Aqui estariam o mercado de PCs (mobile no inicio) Windows, Server e HPC.
     
  6. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Eu diria que a jogada por parte da NVIDIA será os "cores N1" para os servidores, a NVIDIA também já tinha adquirido uma empresa de networking (mellanox) e tentar integrar isso tudo.

    Agora há um pequeno problema, a nível de licenciamento a Arm licenciada tudo, não apenas os "cores" mas também o resto, incluindo a integração de tudo. Como os "Corelink" (algo semelhante ao Infinity Fabric) e outro IP, e fazia igualmente o suporte, com licenças prontas a produzir em qualquer foundry e em qualquer processo. E ainda a parte do suporte SW e OSS.

    Como é que vai funcionar está última parte?
    Mali vai embora? Vão forçar o Cuda?
    Há aqui muita pergunta sem resposta.
     
  7. SideWalker

    SideWalker Moderador
    Staff Member

    O grande objectivo deve passar essencialmente por vender DGXs 100% NVidia. O resto lá virá por acréscimo.
     
  8. brruno

    brruno Suspenso

    Acho que eles proprios dizem no comunicado que ums dos principais focus vai ser desenvolver "BIIIG " cores..

    E devel aproveitar para integrar uma coisita ou outra das Mali e tavez passar a licensiar as nVidias para integradas juntamente com os cores..
     
  9. nfilg

    nfilg Power Member

  10. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    E assim se explica como empresas grandes ficam cada vez maiores, e valores que parecem absurdos tornam-se muito menores do que parecem.
    Cada vez mais isto parece um duopólio entre Nvidia e AMD. Era impensável à uns anos imaginar um cenário em que não se falasse da Intel com o principal player.
     
  11. timber

    timber Zwame Advisor

    Existem inúmeros artigos pela net que revelam de forma mais ou menos clara o tipo de licença que a Apple tem, architecture, perpétua, para ARM 8.
    Como referes e é característico deste tipo de licença, a única coisa que a Apple tem que fazer para usar isto até ao fim do Mundo é suportar as instruções originais, pode expandir o que quiser, pode nem realmente usar coisa nenhuma nas suas implementações, tem é que suportar as instruções.
    Aliás segundo encontrei por aí a Apple já faz isso e pode fazer porque eles controlam tudo.
    Até se encontram a algumas referências a algo referente à Apple ser fundadora da ARM e que se terá assegurado mas claro nada conclusivo.
    Há outra coisa que é a evidência prática de tudo isto se ter passado nas barbas da Apple que usa massivamente ARM e estes montantes são trocos para eles, nem precisam de realmente ficar com a ARM, algo que dificilmente poderiam fazer, bastava assegurar o licenciamento (se não o tivessem) e voltar a colocar a empresa à solta.
    A Apple inclusivamente negou interesse na ARM, o que é quase o mesmo que dizer, estamos tratados e estamos a borrifar-nos para o assunto.
    Agora para a generalidade das empresas que não são a Apple, a Qualcomm, a Samsung e mais uma ou outra isto pode ficar um bocado acidentado.
     
    Última edição: 15 de Setembro de 2020
  12. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Eu confesso que já li uma série de declarações de supostos analistas, e continua a haver uma série de coisas que me faz confusão.

    A maioria, uma grande maioria pelos vistos continua a dizer que é um grande negócio, mas...
    https://www.eetimes.com/nvidias-arm-acquisition-reportedly-close-to-announcement/#

    isto já para não falar que a Nvidia já deve ter tido batalhas legais com boa parte dos agora "licenciados".
     
  13. erdnagama

    erdnagama Power Member

    Hoje à noite vou procurar informar-me melhor, lendo quem sabe do assunto, mas continuo a não perceber quais os potenciais objectivos e mais valias da Nvidia adquirir uma empresa como a ARM.

    PS: Não estou a contestar o brilhantismo da jogada, estou apenas a admitir a minha ignorância.
     
  14. Metro

    Metro Benevolent Dictator For Life
    Staff Member

    Eu não subestimava os anos em que a Nvidia se sentiu refém de não ter uma licença x86, ver o principal concorrente (ATI) ser adquirido pela AMD sem problema e a Intel a fazê-los passar um mau bocado e depois disso a Apple.
    O valor que pagaram perceberam que com a valorização que vão conseguir em bolsa depressa reduz parte da fatura.

    No final penso que se trata de integração vertical e receber uns trocos de alguns concorrentes. A Apple eu não arrisco o caminho que vão percorrer porque dominam o hardware e software sabemos bem a vantagem que isso lhes tem dados. Podem ir mudando alguns dispositivos para RISC-V nas calmas por exemplo. E no final têm muito dinheiro no banco para aguentar o que for preciso ou irem às compras.
     
  15. timber

    timber Zwame Advisor

    A nVidia também está a pagar a maioria da compra com as suas próprias acções.

    Por outro lado só o war chest da Apple dá para pagar uma posição de controlo na nVidia. Não que esse tipo de compras seja o modus operandi deles.
     
  16. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Eu acho que ninguém tem a certeza que a Apple tem uma licença perpétua. O modelo actual de licenciamento da ARM é este:
    [​IMG]

    A licença "Arch" e a licença "Perpetual" são duas licenças diferentes, com vantagens e obrigações muito diferentes.
    A licença "Arch" é onde só tem que ser compatível com uma versão do ISA de ARM. A versão "Perpetual" é para o mercado embedded, em casos onde os produtos têm tempos de vida de décadas.

    Claro que do passado podem vir licenças de outro tipo e nas empresas maiores, os contratos são feitos à medida, por isso, é possível que a Apple tenha uma licença perpétua, mas nunca vi alguém garantir isso.

    A Apple só tem que garantir a compatibilidade com uma versão do ISA ARM e deve poder ficar na versão que quiser. A Apple faz isso ao software que passou para a licença GPL v3. A questão é que o ISA ARM não é algo estático. Por exemplo, o ano passado saiu a versão 8.6 nos processadores aplicacionais.

    Acho que a Apple não é fundadora. Acho que houve uma Joint Venture para criar o processador para o Apple Newton.

    A justificação do não interessa da Apple pode não ser essa. Pode ser por saberem que tal negócio nunca passaria pelos reguladores, ou porque a ARM tem um modelo de negócio completamente contrário ao que a Apple tem (Licenciamento de 100% do IP, sem produzir nada).
    Por exemplo, a Apple também não comprou a Imagination, quando usava os GPUs deles. Um empresa com um modelo de negócio exactamente igual à ARM.
     
  17. timber

    timber Zwame Advisor

    Claro que going forward a Apple teria que relicenciar o que fosse novo mas a Apple é das poucas empresas com capacidade para não fazer isso e implementar o que quiser.

    A história começa antes da Apple mas a empresa que agora está a ser comprada tem origem directa na joinventure Acorn, VLSI e Apple portanto tecnicamente a Apple é fundadora "desta" ARM. Aliás o A passou de Acorn para Advanced porque a Apple não achava piada à empresa ter o nome da antiga concorrente.

    A Apple não comprou a Imagination exactamente porque não precisavam deles para nada (aliás era o contrário como se viu logo a seguir), foi adeusinho e até nunca.
     
    Última edição: 15 de Setembro de 2020
  18. Nemesis11

    Nemesis11 Power Member

    Se a Apple não tiver uma licença perpétua, têm sempre que renegociar uma nova licença para continuar a vender processadores ARM.

    A Apple pode adicionar o que quiser aos seus processadores, mas parar numa versão do ISA ou migrar um dia para um Custom ISA tem consequências. Um dos comuns targets de Macs são developers, onde estes pontos podem ser importantes, tanto na criação directa de software, que nem sempre é só para MacOS, como no uso de outros Sistemas Operativos/Programas no Mac. Eles na apresentação andaram a mostrar máquinas virtuais com Debian ARM, kubernetes, etc.

    A questão do exemplo da Imagination é que a Apple dificilmente compraria uma empresa que tem aquele modelo de negócio, pelo menos sem o poder de o alterar logo de seguida. Onde eu queria chegar é que a aparente falta de interesse da Apple pela ARM pode não ser real e pode ter outros motivos.
     
  19. Dark Kaeser

    Dark Kaeser Colaborador
    Staff Member

    Mas o sucesso da ARM em relação à MIPS (MIPS Computer, a empresa não a arquitectura) devia-se precisamente ao facto de a mesma não ser concorrente das empresas em relação às quais "vendia o IP". Só vende IP, ainda que isso possa significar um SoC pronto a ser produzido em qualquer foundry, com zero intervenção a nível de I&D de quem vai pagar.

    Neste momento a Nvidia está na mesma situação em que se meteu a Silicon Graphics (SGI) após a compra da MIPS Computer e toda a trapalhada que se seguiu.

    A Nvidia vai licenciar tecnologias/IP a empresas contra as quais também vai concorrer.

    E em todas as supostas análises de analistas ainda não vi ninguém pronunciar-se sobre o que as empresas que produzem produtos baseados em IP ARM têm a dizer... Houve reuniões preparatórias? Sim? Não? Se sim a Nvidia avançou com a luz verde dessas empresas? E se as empresas torceram o nariz à ideia, a Nvidia avançou à mesma?

    Tudo isto pode ter impactos futuros no licenciamento e valor do IP.

    E o cachalote na sala? Qual a situação da ARM China?
     
  20. JAFoNEXUS

    JAFoNEXUS Power Member

    Foram apanhadas de calças na mão e não tiveram grande voto na matéria ! Acho q só a Samsung tentou qq coisa q já nao me recordo bem !